Seguir o O MINHO

Guerra na Ucrânia

Papa lembra que além da Ucrânia há outros conflitos e estes estão esquecidos

Religião

em

Foto: DR / Arquivo

O Papa Francisco denunciou os inúmeros conflitos esquecidos e afirmou que “o sentimento por quem sofre não deve basear-se na geografia ou no interesse próprio”.

A Santa Sé “continua a trabalhar através de inúmeros canais para promover soluções pacíficas em situações de conflito e para aliviar o sofrimento causado por outros problemas sociais”, disse perante os novos embaixadores do Paquistão, dos Emirados Árabes Unidos, do Burundi e do Qatar, que hoje apresentaram as suas credenciais.

Francisco reiterou que “a guerra é sempre uma derrota para a humanidade”, valorizou o trabalho dos “países que acolhem refugiados, independentemente das despesas” e destacou que houve “famílias que abrirem as suas casas a familiares, amigos e até àqueles que não conhecem”.

“Depois de sofrer os efeitos devastadores de duas guerras mundiais e ameaças nucleares durante a Guerra Fria, a maioria das pessoas acreditava que a guerra na Europa era uma memória distante”, disse o Papa.

O pontífice concluiu afirmando que “apesar dos desafios e recuos, nunca devemos perder a esperança nos esforços para construir um mundo em que a fraternidade e a compreensão mútua prevaleçam e as divergências sejam resolvidas por meios pacíficos”.

EM FOCO

Populares