Papa Francisco em Portugal de 02 a 06 de agosto com visita a Fátima

Foto: Lusa

O Papa Francisco vai chegar a Lisboa para a Jornada Mundial da Juventude em 02 de agosto, regressando a Roma no dia 06, estando a visita a Fátima agendada para dia 05, informou hoje a Fundação JMJ Lisboa 2023.

“A Fundação JMJ Lisboa 2023 recebeu com muita alegria a notícia da oficialização, pela Santa Sé, da visita do Papa Francisco a Portugal. A chegada de Sua Santidade a Lisboa está prevista para o dia 02 de agosto e o seu regresso a Roma ocorrerá a dia 06 de agosto”, anuncia a organização da JMJ em comunicado.

Segundo a nota, “por vontade expressa do Papa Francisco, no programa oficial da visita constará ainda uma deslocação a Fátima, que decorrerá a 05 de agosto”.

Do programa já conhecido, o Papa participará, no dia 03 de agosto, à tarde, no Parque Eduardo VI, à cerimónia do Acolhimento dos peregrinos. No dia seguinte, presidirá, também no Parque Eduardo VI, à Via Sacra, enquanto no sábado, além da manhã, em Fátima, estará no fim da tarde, início da noite, no Parque Tejo, para o início da Vigília dos jovens.

No domingo, além da missa final, durante a manhã, também no Parque Tejo, à tarde terá um encontro com os milhares de voluntários participantes na JMJ, antes de regressar ao Vaticano.

Após a divulgação das datas de permanência do Papa em Portugal, o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, partilhou, numa nota, a “alegria por poder participar nesta Jornada Mundial da Juventude” e expressou “gratidão a todas as autoridades” do país, que “ajudam a tornar possível esta Jornada”.

“Agradeço igualmente a todos os parceiros e benfeitores da JMJ Lisboa 2023 que generosamente nos ajudam nas mais diversas dificuldades e carências que vamos encontrando”, refere Manuel Clemente.

Segundo o patriarca, “para trás ficam muitos encontros, muitos desejos e interrogações, muito trabalho feito ao longo de anos. A formalização da data de chegada a Portugal do Papa Francisco, no próximo dia 02 de agosto, e da sua partida no dia 06 de agosto, são a confirmação da vontade expressa de que, o sucessor de Pedro se quer encontrar, mais uma vez, com os jovens do mundo inteiro. De que os quer escutar, ver e com eles rezar. Com todos”.

Esta é a segunda deslocação do Papa Francisco a Portugal, depois de, em 2017 ter presidido às cerimónias do 13 de maio, no Santuário de Fátima, numa visita no âmbito do centenário das aparições e que ficou marcada pela canonização oficial dos dois pastorinhos, Jacinta e Francisco Marto.

Francisco é o quarto Papa a visitar Portugal, depois de Paulo VI em 1967, João Paulo II em 1982, 1991 e 2000, e Bento XVI em 2010.

Lisboa foi a cidade escolhida pelo Papa Francisco para a próxima edição da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer entre os dias 01 e 06 de agosto deste ano, com as principais cerimónias a terem lugar no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo, em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, tendo já passado por Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

A edição deste ano, que será encerrada pelo Papa, esteve inicialmente prevista para 2022, mas foi adiada devido à pandemia de covid-19.

O Papa Francisco foi a primeira pessoa a inscrever-se na JMJLisboa2023, no dia 23 de outubro de 2022, no Vaticano, após a celebração do Angelus. Este gesto marcou a abertura mundial das inscrições para o encontro mundial de jovens com o Papa.

Até ao momento já iniciaram o processo de inscrição mais de meio milhão de jovens.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Diretor nacional da PJ aponta período complicado de ameaça devido às 'fake news'

Próximo Artigo

Número de casais com ambos os elementos desempregados recua 7,1% em abril

Artigos Relacionados
x