Seguir o O MINHO

Futebol

Vilaverdense proíbe pais de assistir a jogo por causa de insultos e lenços brancos

em

Foto: Facebook de Vilaverdense FC (Arquivo)

Os pais dos jogadores da equipa de futebol de iniciados do Vilaverdense foram proibidos pelo departamento de formação de assistir ao próximo jogo em casa por causa do seu comportamento contra o treinador, no domingo.

No decurso da derrota caseira por 3-1, frente aos Amigos de Urgeses, do campeonato distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Braga, os encarregados de educação agitaram lenços brancos e fizeram observações insultuosas para com o técnico dos sub-15 do Vilaverdense, contou à agência Lusa o coordenador da formação, José Pedro.

“Um dos pais pegou num pacote de lenços [de papel] e começou a distribuir por outros pais, foi uma humilhação para o treinador que, no dia seguinte, me ligou a dizer que não tinha condições para continuar”, exemplificou.

O responsável, que disse ser particularmente atento com as questões da “ética na formação”, lembrou que o Vilaverdense “tem um regulamento geral, um código de conduta e sanções para quem não os cumpre”.

“O castigo que está previsto é sobre os miúdos, impedindo-os de jogar, mas eles foram as vítimas aqui, pelo que deliberámos aplicar um artigo omisso sobre os pais”, vedando-lhes o acesso ao próximo jogo em casa, previsto para 13 de janeiro de 2019.

José Pedro disse ainda que, por lei, os pais não podem ser proibidos efetivamente de assistir ao jogo, mas mostrou-se convicto de que a decisão, tomada numa reunião entre o departamento de formação e os encarregados de educação, vai ser acatada porque, notou, alguns deles “pediram desculpa” pelo que se passou.

Populares