Seguir o O MINHO

Barcelos

Padre João Vila-Chã distinguido com prémio internacional de filosofia Karl-Otto Apel

em

Padre João Vila Chã. Foto: DR

O sacerdote jesuíta João Vila-Chã, atualmente professor de Filosofia Social e Política na Universidade Pontifícia Gregoriana, em Roma, foi distinguido com o prémio internacional de filosofia Karl-Otto Apel, anunciou hoje a Companhia de Jesus em Portugal.

João Vila-Chã, natural de Barcelos, é o primeiro português a receber este prémio internacional de Filosofia, que cumpre em 2017 a 11.ª edição.

O prémio, criado por Michele Borrelli em colaboração com Karl-Otto Apel, distingue anualmente um investigador que dedique especial atenção aos grandes problemas éticos de nosso tempo, segundo a mesma fonte.

Michele Borrelli é catedrático na Universidade de Calabria, em Itália, e preside ao Centro Filosófico Internacional Karl-Otto Apel e ao júri internacional responsável pela atribuição do prémio.

João Vila-Chã estudou na Universidade Católica de Braga, depois de ter passado pelo Liceu Sá de Miranda, e doutorou-se em Filosofia na Universidade de Boston, nos Estados Unidos, onde foi docente entre 1992 e 1996.

De 1998 a 2008, o sacerdote jesuíta lecionou na Universidade Católica Portuguesa, em Braga, e entre 2000 e 2009 foi diretor da Revista Portuguesa de Filosofia.

Atualmente leciona na Pontifícia Universidade Gregoriana e é vice-presidente do Conselho de Pesquisa em Valores e Filosofia, em Washington, uma instituição dedicada à identificação de áreas relacionadas aos valores e vida social.

Segundo a mesma fonte, as áreas de interesse investigativo de João Vila-Chã são a filosofia moderna e contemporânea, e “tem um particular interesse no que respeita à evolução do pensamento social e político, do diálogo inter-religioso e da filosofia da religião”.

Da lista de personalidades já galardoadas com o prémio contam-se o filósofo e político italiano Gianni Vattimo, em 2007, e a filósofa espanhola Adela Cortina, em 2013.

Populares