Seguir o O MINHO

Futebol

Paços e Santa Clara tentam fazer história em Londres e em Belgrado

Liga Conferência

em

Foto: Arquivo / DR

Paços de Ferreira e Santa Clara procuram na quinta-feira assegurar um lugar na fase de grupos da Liga Conferência Europa de futebol com deslocações a Londres e a Belgrado, respetivamente, ambos em vantagem na eliminatória do ‘play-off’

Na primeira mão, na Mata Real, o Paços de Ferreira surpreendeu o ‘superfavorito’ Tottenham, de Nuno Espírito Santo, com um triunfo por 1-0, enquanto o Santa Clara, nos Açores, bateu o Partizan, por 2-1.

As duas equipas portuguesas viajam com a vantagem mínima na bagagem, com o Paços de Ferreira a ter, na teoria, a tarefa mais difícil dos dois emblemas, já que desta vez o Tottenham deverá apresentar uma equipa bem mais competitiva e com algumas das sua estrelas.

Na Mata Real, Nuno Espírito Santo fez uma ‘revolução’ e apresentou apenas jogadores que são habituais suplentes, acabando o Paços por aproveitar para alcançar a maior vitória da sua história na Europa, graças a um golo do avançado brasileiro Lucas Silva, aos 45 minutos.

Mesmo em vantagem, o Paços de Ferreira, liderado por Jorge Simão, que está a viver a sua segunda passagem pelo clube, vai ter uma missão bem difícil em Londres, onde vai encontrar um clube que, por exemplo, foi finalista da Liga dos Campeões em 2018/19.

O Tottenham venceu nas duas primeiras jornadas do campeonato inglês, tendo no arranque batido o campeão Manchester City, por 1-0.

Na sua quinta ‘aventura’ europeia, o Paços de Ferreira vai tentar ultrapassar o ‘play-off’ e repetir o feito de 2013/14, quando marcou presença da fase de grupos da Liga Europa.

Nessa campanha, dividida entre os técnicos Costinha e Henrique Calisto, os ‘castores’ não venceram qualquer encontro, mas alcançaram um surpreendente empate na receção à Fiorentina (0-0) e duas igualdades nos duelos com os romenos do Pandurii (1-1 e 0-0).

Maiores possibilidades parece ter o Santa Clara, que está a viver a sua primeira experiência europeia, depois do triunfo sobre o Partizan com golos do brasileiro Carlos Júnior, aos quatro minutos, e do japonês Morita, aos 49. Os sérvios reduziram aos 54, por Vujacic.

Em Belgrado, os açorianos já não vão poder contar com Carlos Júnior, em destaque neste arranque de temporada, que rumou até à Arábia Saudita.

A equipa de Daniel Ramos leva até agora um registo totalmente vitorioso nas pré-eliminatórias, mas vai encontrar um Partizan que está a ter um excelente arranque de temporada, com vitórias nas cinco primeiras jornadas do campeonato local, com 18 golos marcados e apenas um sofrido.

O clube sérvio conta com algumas figuras que passaram pelo futebol português, como avançado cabo-verdiano Ricardo Gomes (Vizela, Vitória de Guimarães e Nacional da Madeira), o extremo Lazar Markovic (Benfica e Sporting) e o veterano guarda-redes Vladimir Stojkovic (Sporting) e o defesa Aleksandar Milijkovic (Sporting de Braga).

Populares