Seguir o O MINHO

Guimarães

Pacientes do hospital de Guimarães já podem fazer eletrocardiogramas em casa

Saúde

em

Foto: CM Guimarães / Guimarães Marca

Os pacientes intervencionados contra arritmias cardíacas em Guimarães vão reduzir as deslocações ao Hospital da Senhora da Oliveira, graças a uma aplicação móvel e a um relógio inteligente que realiza eletrocardiogramas.

A administração reclama o programa como pioneiro em Portugal. Contempla monotorização remota através de dispositivos inteligentes conectados e questionários de saúde cientificamente validados para avaliar a qualidade de vida dos pacientes com base em algoritmos inteligentes.

Após a realização de ablação para tratamento de arritmias, os pacientes podem fazer eletrocardiogramas a partir de casa “com todo o conforto, sem necessidade de se deslocarem ao hospital com tanta frequência”.

Os dados clínicos captados pela aplicação são enviados diretamente para a equipa clínica, sendo “possível detetar e documentar, mais precocemente, arritmias e proceder, mais cedo, à reavaliação clínica dos doentes”.

“Um passo para a modernização, onde quem mais ganha em conforto e eficiência é o doente que recorre a este Serviço”, considera a administração,

Os pacientes são convidados a integrar o programa, que envolve médicos, enfermeiros e técnicos de cardiopneumologia, antes do estudo eletrofisiológico e são acompanhados num período de tempo até dois anos pós-ablação, explica o hospital.

Recebem, para esse efeito, um relógio inteligente, que servirá para monitorar as arritmias durante o período de acompanhamento e fazer “um eletrocardiograma a qualquer momento”.

EM FOCO

Populares