Pacheco Pereira, Martim Sousa Tavares e Fátima Lopes na Feira do Livro de Barcelos

Entre 05 e 14 de julho
Foto: DR

José Pacheco Pereira, Martim Sousa Tavares e Fátimas são os destaques da 41.ª edição da Feira do Livro de Barcelos, que decorrerá entre os dias 5 e 14 de julho.

Em comunicado, a autarquia adianta que o evento irá contar com 21 stands e 94 editoras.

Haverá lançamento de novas obras, conversas com escritores, concertos, animação de rua, e como “grande destaque”, no dia 06 de julho, às 17:00, uma Recriação do 25 de Abril pelos Grupos de Teatro do Concelho.

A 41.ª edição da Feira do Livro de Barcelos tem palco assente na Avenida da Liberdade, Largo da Porta Nova e Largo Dr. José Novais. A par da venda de livros, estão presentes na Feira 21 stands representando 94 editoras – ao longo de dez dias, a programação abrange lançamento e apresentação de livros (oito), conversas com escritores (sete), dois concertos musicais e duas conversas-concerto, com Luísa Sobral, Vox Angelis, Nena e Capicua. Simultaneamente, há animação de rua pela VIA3 – Companhia de Teatro e pel’ Associação D’Improviso.

A edição deste ano conta também com programação específica dedicada às crianças, que podem desfrutar de atividades diárias, entre as quais: pinturas faciais, apresentações de livros, cantinho da leitura, desenhos para colorir, ludoteca e mural de pintura.

No decorrer da Feira, em 06 de julho, haverá ainda espaço para a Recriação Histórico-Cultural do 25 de Abril com os Grupos de Teatro do Concelho e, no dia 09, para a recriação teatral de momento histórico do Caminho Português de Santiago, pela Via 3 Companhia de Teatro. A noite termina com a já tradicional queimada galega.

A Câmra destaca, ainda, a tertúlia sobre a Guerra Colonial (dia 08); a tertúlia sobre o Caminho Português de Santiago (dia 09); a tertúlia com jovens autores, no dia 11, moderada pelo escritor, José Ilídio Torres. E ainda as mesas-debate dos dias 12 e 13 de julho.

À semelhança de anos anteriores, a Feira estará aberta ao público de segunda-feira a domingo, das 17:00 às 00:00.

Lançamento de livros e conversas com escritores

Da programação cultural preparada para esta edição, destaca-se, a abrir o certame, no dia 05, a apresentação de novas obras literárias. É o caso da “Viagem ao Mundo dos Silêncios”, de Luís Carvalhido, com apresentação de António Ferreira Afonso e participação de Xico Malheiro e Zeca Torres (Grupo Raízes); e do livro “Barcelos e o 25 de Abril de 1974: Administração Municipal e Sociedade (1974-1990)”, de Victor Pinho, cuja apresentação está a cargo de Armando Malheiro e que conta com a participação do grupo “Trevo de Cordas”.

No dia 06, à tarde (17:00), decorre a Recriação Histórico-Cultural do 25 de Abril com os Grupos de Teatro do Concelho; mais tarde, às 18:30, é apresentado o livro “A Palavra que Resta”, de Stênio Gardel (vencedor do National Book Award), que conta com a participação de Isabel Lucas (jornalista). E à noite, por volta das 21:30, tem lugar a entrevista com Fátima Lopes (escritora) e Victor Vidal (Prémio Leya).

Já no domingo, dia 07, pelas 17:00, é a vez de Joana Cordeiro moderar a apresentação dos livros “Amo-te…ao Ouvido de uma Criança”, de Célia Barbosa, e “A Viagem do Pestanudo”, de Reinaldo Sousa Santos. Às 18:00, há entrevista com Anabela Mota Ribeiro sobre o livro “Quarto do Bebé”. E, às 21:30, Conversa-Concerto com Luísa Sobral.

No dia 08 de julho, destaque para a Tertúlia “Guerra Colonial”, com Carlos Matos Gomes, Augusto Freitas, Fernando Costa, às 21:30, mas antes, às 18:00, Victor Pinho apresenta o livro “O Pina d’Airó e Outras Histórias”, de António Carvalho.

Caminho Português de Santiago

O dia 10 de julho é dedicado ao Caminho Português de Santiago, a começar com “Literatura no Caminho – Experiências no Caminho Português de Santiago”, às 17:00; depois, por volta das 21:30, há lugar para uma tertúlia e lançamento dos livros “Descansa em Paz, Pai, ou O Segredo de Finisterra”, de José A. V. Carreto e “O Outro Lado do Camiño – Codex Calixtinus”, de Carlos Clemente, cuja moderação está a cargo de Lúcio Lourenço. No final, às 22:30, a VIA 3 Companhia de Teatro faz a recriação teatral de momento histórico do Caminho Português de Santiago, que termina com uma queimada galega.

Luís de Camões, 500 anos

A Feira do Livro deste ano pretende celebrar os 500 anos do maior poeta português, Luís de Camões. Para celebrar a efeméride, no dia 10 de julho, é inaugurada a exposição de pintura “Luís Vaz de Camões, 500 anos”, da Universidade Sénior de Barcelos, na Biblioteca Municipal, por volta das 16:00; mais tarde, às 18:00, tem lugar a entrevista com Maria João Lopo de Carvalho, sobre o livro “Até que o Amor me Mate. As mulheres de Camões”; e a noite termina com o Concerto “Camões 500 anos – História, Música e Poesia”, pelo Vox Angelis. Ainda relembrando Camões, no dia 11, Isabel Rio Novo é entrevistada sobre o livro “Fortuna, Caso, Tempo e Sorte. Biografia de Luís Vaz de Camões”.

No dia 11, são apresentados os livros “Filha Pródigo”, de Joana Maciel, “Silente”, de Sandra Santos e “Só Quando Te Perdes é que Te Podes Encontrar”, de Fábio Beato, ao mesmo tempo que tem lugar uma tertúlia com estes jovens escritores, cujo moderador é José Ilídio Torres.

No antepenúltimo dia da Feira, a não perder, a homenagem a Nuno Júdice por Raquel Marinho e Rita Taborda Duarte, às 18:00; e, às 21:30, a Mesa de debate: PREC – Processo Revolucionário em Curso, com José Pacheco Pereira, Carlos Magno, Luís Santos e José Santos Alves.

No dia 13 de julho, sábado, regressa a música com Nena, às 22:00, e antes acontece a entrevista com Rui Couceiro, escritor e editor (às 17:00) e a Mesa de debate com João Nuno Coelho (escritor e comentador televisivo) e João Gobern (jornalista), às 18:00.

A fechar o evento, no dia 14 de julho, às 17:00, há entrevista com Martim Sousa Tavares, sobre o seu livro “Falar Piano e Tocar Francês”, seguindo-se a Conversa-Concerto com Capicua e, às 21:30, o Expresso das Letras 2024, pel’Associação D’Improviso.

Programa Infantil

No âmbito da animação infantil, este ano, além das atividades permanentes diárias, como a Ludoteca, Jogos de Tabuleiro, Caixa das Ideias “Faz tu mesmo!”, Cantinho da leitura, Desenhos para colorir e Mural de pintura, destacam-se os espetáculos de magia, de teatro, ateliês de ciências, de barro, pinturas faciais e conversas com escritores.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Manjericão e estragão de Viana eleitos os melhores do país

Próximo Artigo

Golfinhos filmados ao largo de Esposende: "Têm aparecido bastantes"

Artigos Relacionados
x