Seguir o O MINHO

Futebol

“Os piores 45 minutos do campeonato”

Vitória perdeu em Tondela

em

Foto: DR / Arquivo

Declarações após o jogo Tondela-Vitória SC (1-0), da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado este sábado em Tondela:

Luís Castro (treinador do Vitória): “Foi o pior período da época, a segunda parte, os nossos piores 45 minutos ao longo da época foram estes.

A equipa vinha muito determinada em conquistar a vitória, mas entrou muito mal no jogo e fez um início de jogo mau durante 15 minutos. A partir daí, conseguiu voltar ao jogo de forma forte, teve o controlo do jogo.

Fomos para uma segunda parte em que tudo foi feito ao contrário daquilo que tínhamos pensado, ainda mudámos ao 4-4-2, mas, quando entrámos num 4-4-2, esse período foi o melhor do Tondela.

A equipa sempre partida e o Tondela sempre a criar situação em cima de situação de ataque rápido, a equipa desequilibrou-se com o 4-4-2. O Tondela, com um jogo muito direto, conseguiu tirar-nos do jogo e da pressão.

Foram, realmente, os nossos piores 45 minutos do campeonato.

Muitas vezes procuramos dizer que não conseguimos as coisas porque não fomos eficazes, mas o Tondela também teve mérito nisso, foi uma equipa que assentou sempre o jogo em transações muito rápidas e isso criou-nos sempre muitos problemas.

Os nossos objetivos estão tão perto como já estiveram noutras alturas e, se calhar, até mais perto do que noutras alturas, já estivemos muito distantes do quinto lugar no início da época e conseguimos aproximarmo-nos. Até já estivemos lá instalados e vamos continuar com determinação e com vontade de conseguir.”

Pepa (treinador do Tondela): “Não me surpreendem as palavras de Luís Castro, posso é reforçar mais coisas, independentemente do mérito do Vitória, eu coloco aqui muito mérito na equipa do Tondela, melhorámos.

A chave do jogo, sinceramente, foi o posicionamento e o comportamento dos nossos alas, num processo defensivo, estávamos com os alas muito subidos e a ficar com inferioridade numérica nos corredores na primeira parte.

Melhorámos por completo na segunda parte, foi corrigido, interpretaram bem aquilo que tinha de ser feito, a pressão foi completamente diferente, arrisco-me a dizer até que não houve nenhuma oportunidade do Vitória [de Guimarães] na segunda parte, por muito mérito do nosso posicionamento e comportamento defensivo.

Estivemos bem, estivemos agressivos, procuramos jogo exterior, procuramos ser muito objetivos, tivemos várias oportunidades de jogo, foi uma boa vitória, para não dizer uma grande vitória e preparar já o próximo, porque isto é uma maratona terrível.

Todas as vitórias são importantes e fundamentais, mas não olhamos para o calendário e não colocamos uma cruz ou um visto, do estilo ali vai ser difícil pontuar ou quase impossível e aqui está garantido. Nós não fazemos isso.”

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Futebol

Carlos Fernandes é o novo guarda-redes do Limianos

Jogador destacou-se no Boavista e jogou na Roménia, onde foi campeão pelo Steaua de Bucareste. Aos 39 anos vai jogar em Ponte de Lima.

em

O guarda-redes português Carlos assinou contrato com o Limianos, que disputa o Campeonato de Portugal, anunciou o clube de Ponte de Lima.

O experiente jogador de 39 anos, que passou por clubes como Boavista, onde se destacou, Steaua de Bucareste, da Roménia, Bucaspor, da Turquia, Moreirense e Rio Ave, chega ao Campo do Cruzeiro proveniente do Vilafranquense.

Foto: Facebook de AD “Os Limianos”

Na nota partilhada nas redes sociais, o Limianos destaca a carreira e os títulos conquistados pelo atleta.

Clubes

Até 1996/97 – Vilafranquense (Formação)

1997/98 a 2000/01 – Vilafranquense

2001/02 – SC Campomaiorense

2002/03 – Amora FC

2003/04 – FC Felgueiras

2004/05 a 2005/06 – Boavista FC

2005/06 a 2006/07 – FC Steaua De Bucareste (Roménia)

2006/07 – Boavista FC

2007/08 a 2008/09 – Foolad Khoozestan FC (Irão)

2009/10 – Rio Ave FC

2010/11 a 2011/12 – Bucaspor (Turquia)

2012/13 – CD Feirense

2013/14 – Moreirense FC

2015 e 2016 – Clube Recreativo da Caála (Angola)

2017/18 – Vilafranquense

2018/19 – AD “Os Limianos”

Títulos

1 Campeonato da III Divisão portuguesa
1 Campeonato da II Liga portuguesa
1 Liga Romena
1 Supertaça Romena

“O Carlos, nas duas temporadas no Estrela De Bucareste, além de ter ganho uma liga romena e uma supertaça romena, fez ainda 8 jogos na Liga Europa e 3 jogos na Liga dos Campeões! Alcançando no seu melhor nível as meias finais da Liga Europa! Representou a seleção de Angola na CAN 2010 e 2012”, destaca o novo clube.

Após 21 jornadas realizadas, o Limianos ocupa o 13.º lugar da série A do Campeonato de Portugal, com 18 pontos, fruto de quatro vitórias e seis empates. Soma 17 golos marcados e 31 sofridos.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga já conhece adversário na Taça de Portugal feminina

Nos quartos de final as Gverreiras visitam a única equipa com quem perderam pontos no campeonato, mas que também golearam, por 6-0

em

Gverreiras levantaram a Taça de Portugal em 2017/2018 e conquistaram o seu primeiro troféu. Foto: SC Braga / Divulgação (Arquivo)

O SC Braga, líder do campeonato feminino de futebol, defronta fora o Estoril Praia nos quartos de final da Taça de Portugal, determinou hoje o sorteio, realizado na Cidade do Futebol, em Oeiras.

As bracarenses, que na anterior ronda eliminaram o Sporting (3-1), bicampeão nacional e vencedor das duas últimas Taças de Portugal, lideram a Liga de futebol, em que o Estoril Praia é quinto classificado.

Esta época, o SC Braga empatou em casa com o Estoril (1-1), na 15.ª jornada, mas goleou fora, por 6-0, ainda na primeira volta do campeonato.

O sorteio da Taça definiu ainda que o Benfica, líder da II Liga, recebe o Atlético Ouriense, sétimo no campeonato principal, e que o Cadima, a outra equipa ‘sobrevivente’ do segundo escalão, visita o Clube de Albergaria, quarto na I Liga.

Os jogos dos quartos de final, em eliminatória agendada para 10 de março, ficam completos com a receção do Futebol Benfica ao Valadares Gaia, terceiro e sexto classificados no campeonato, respetivamente.

Continuar a ler

Futebol

Benfica ganha e foge ao SC Braga

em

O Benfica somou hoje a sétima vitória seguida na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer na visita ao Desportivo das Aves, por 3-0, e manteve a distância para o líder FC Porto, afastando-se do SC Braga, que perdeu em Alvalade.

No fecho da 22.ª jornada, o suíço Seferovic inaugurou o marcador aos 03 minutos, fazendo o 14.º golo no campeonato – décimo nas últimas sete jornadas – para igualar Bas Dost (Sporting) e Dyego Sousa (Braga) no topo da lista.

Rafa ampliou a diferença antes do intervalo (36) e Ferro fixou o resultado na segunda parte (56). Pouco depois de fazer o 3-0, o defesa central ‘encarnado’ foi expulso por derrubar um adversário que seguida isolado.

Com esta vitória, quatro dias depois do triunfo de Istambul sobre o Galatasaray (1-0), na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa, o Benfica passou a somar 53 pontos, menos um do que o FC Porto, que abriu a jornada na sexta-feira a bater o Vitória de Setúbal (2-0).

A equipa de Bruno Lage consolidou a sua posição, agora com quatro pontos de avanço sobre o SC Braga, que saiu derrotado por 2-0, no domingo, na deslocação ao terreno do Sporting, quarto classificado, com 45 pontos.

Continuar a ler

Populares