Seguir o O MINHO

Braga

Ordem dos Enfermeiros denuncia “indignidade” nas urgências em Braga

“Há poucos enfermeiros para o número de utentes”

em

Foto: O MINHO

A Ordem dos Enfermeiros (OE) apontou hoje que as urgências do Hospital de Braga tem vivido “situações de indignidade e clara insegurança”, exigindo medidas “urgentes” ao Governo.

Em declarações à agência Lusa, a bastonária da OE, Ana Rita Cavaco, disse que esta entidade tem recebido “muitas fotografias”, as quais espelham a “falta de dignidade e a insegurança” das urgências do Hospital de Braga, equipamento que, em setembro, deixa de funcionar como Parceria Público Privada (PPP) com o grupo Mello Saúde e passa a integrar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) como Empresa Pública.

“A ordem tem conhecimento desta situação e não é de hoje, mas é atual. Já foi feito, através do núcleo do Norte, um ofício ao conselho de administração do hospital. Recebemos muitas fotografias. Mas a postura do conselho de administração é de silêncio. O Governo não pode pactuar com esta postura e tem de tomar medidas urgentes. Não se pode negar o que está a acontecer”, disse a bastonária.

Ana Rita Cavaco apontou que “há poucos enfermeiros para o número de utentes” que têm acorrido às urgências, frisando que além da questão da dignidade, está em causa a segurança.

“Já não falamos só a falar da questão da dignidade e da privacidade dos doentes, mas sim da vigilância destes que está em causa. Não é possível aos enfermeiros vigiar os utentes que têm acorrido aos serviços”, disse a bastonária.

Confrontada com esta denúncia, a ministra da Saúde, Marta Temido, disse que “o atendimento dos doentes no SNS é sempre feito com a melhor resposta possível”, frisando não ter conhecimento das situações relatadas.

A governante, que falava aos jornalistas exatamente no Hospital de Braga após uma reunião com a entidade que vai cessar funções neste equipamento, disse “seria desejável que os doentes fossem atendidos com toda a celeridade”, garantindo “estar a trabalhar para ultrapassar quaisquer que sejam as dificuldades”.

“Eu sou uma ministra orgulhosa do SNS que temos, apesar de saber que há muito a fazer para o melhorar”, disse Marta Temido.

Confrontado com a denúncia da ordem dos enfermeiros, Vasco Luís de Mello, presidente do conselho de administração do Hospital de Braga, disse que a unidade hospitalar garante que a segurança dos doentes, que recorrem aos cuidados de saúde, está salvaguardada nos cuidados que presta e que o número de profissionais de saúde do Serviço de Urgência, nomeadamente enfermeiros, é o necessário para assegurar os cuidados à população.

“Em momentos de maior afluência, como aqueles que se registam no verão e no inverno, as equipas clínicas, médicas e de enfermagem, deste serviço, são nomeadamente, reforçadas para fazer face ao aumento de atendimentos. Recentemente, aliás, a equipa de enfermagem do Serviço de Urgência foi reforçada através da contratação de novos enfermeiros”, refere Vasco Luís Mello.

Refira-se, por fim que o Serviço de Urgência recebe em média, 600 utentes/dia, chegando a atender em momentos de maior afluência mais de 700 pessoas/dia, de acordo com dados disponibilizados pela administração do hospital.

(Notícia atualizada às 22h27 com declarações do administrador do Hospital de Braga)

Anúncio

Braga

Assaltante detido no interior de uma casa em Braga

Com mais de 2 mil euros de material

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 27 anos foi detido, esta segunda-feira de madrugada, no interior de uma residência, em Braga, na qual se introduziu para furtar, após ter arrombado a porta principal, anunciou a PSP.

Numa nota divulgada nas redes sociais, aquela força de segurança diz ter sido chamada ao local, sito na rua Dr. Manuel Vieira de Matos, cerca das 04:40 horas, tendo apanhado o suspeito em flagrante e apreendido cerca de 2.085 euros em material furtado.

O detido vai ser presente, ainda hoje, nos serviços do Ministério Público, junto ao Tribunal da Comarca de Braga.

Continuar a ler

Braga

Ciclista ferido em colisão com automóvel na Póvoa de Lanhoso

Na EN 103

em

Foto: DR / Arquivo

Um ciclista ficou com ferimentos na sequência de uma colisão na Estrada Nacional 103, esta manhã de segunda-feira, em Covelas, Póvoa de Lanhoso.

O sinistro deu-se junto ao motel Bracancun, já na entrada da freguesia de Pousada, no concelho de Braga, em circunstâncias que ainda não foram reveladas.

Ao que apurou O MINHO junto do fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro de Braga, a vítima sofreu ferimentos considerados ligeiros.

A vítima foi transportada para o Hospital de Braga pelos Bombeiros da Póvoa de Lanhoso.

O alerta foi registado pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes do INEM cerca das 11:00.

A GNR registou a ocorrência que condicionou o trânsito naquela via.

Continuar a ler

Braga

Homem morre em despiste de mota em Vila Verde

Em Cervães

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um despiste a envolver um motociclo provocou uma vítima mortal em Cervães, Vila Verde, ao final da tarde deste domingo, confirmou a O MINHO fonte dos Bombeiros de Vila Verde.

O sinistro ocorreu quando o homem, condutor do motociclo, entrou em despiste na Avenida Sobral Cobrosa, acabando por não resistir aos ferimentos.

Foram mobilizados para o local operacionais dos Bombeiros de Vila Verde com apoio da equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Braga, com estes a tentar reverter a situação da vítima, mas sem sucesso. O óbito foi declarado no local do acidente.

O corpo do homem, de 76 anos e residente na freguesia onde se deu o sinistro, foi transportado para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Braga.

O alerta foi registado pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes do INEM cerca das 19:00.

A GNR registou a ocorrência.

Notícia atualizada às 11h34 com correção da idade da vítima

Continuar a ler

Populares