Seguir o O MINHO

Braga

“Operação Petardo” faz seis detidos em buscas que passaram por Barcelos, Braga e Famalicão

em

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga, numa operação conjunta com a PSP, deteve já seis pessoas, por mandado, e três em flagrante delito, no âmbito de uma investigação por suspeita de produção e venda de explosivos e produtos de pirotecnia a claques de futebol. De acordo com fonte da PJ de Braga, a operação incluiu “34 buscas entre domiciliárias e não domiciliárias, nomeadamente, a fábricas de pirotecnia” do norte e centro do país.

Neste processo são visadas as claques do Vitória SC, SC Braga e FC Porto. A sede do Red Boys foi um dos locais de buscas. Segundo comunicado da PJ, a “Operação Petardo” visa o cumprimento de seis mandados de detenção.

“No âmbito da investigação foram identificadas atividades ilícitas relativas ao fabrico e venda de artigos pirotécnicos, ao tráfico de armas e a comercialização e utilização de petardos e tochas de fumo em recintos desportivos”, frisou fonte da PJ, acrescentando ainda que “estão ainda em investigação os incidentes ocorridos em Braga após o jogo de futebol entre o SC Braga e o Vitória de Guimarães”.
“No dia 22 de janeiro, em que foi atingido com disparo de arma de fogo o autocarro que transportava funcionários da empresa de segurança que presta serviço no Estádio do SC Braga”, relembrou a PJ.

Foram ainda detidos em flagrante delito dois outros suspeitos no decurso da operação pelo crime de detenção de armas proibidas, nomeadamente rastilho e engenho para lançamento de artigos pirotécnicos.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 27 e os 53 anos, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Anúncio

Braga

Vladislav Delay e Mão Morta “Redux” entre destaques do gnration, em Braga, até março

Espetáculos

em

Foto: Divulgação / Arquivo

A programação do primeiro trimestre de 2020 no espaço gnration, em Braga, vai contar com nomes como Vladislav Delay, Jana Winderen e Peter Burr, para além de um cine-concerto dos Mão Morta, em formato “Redux”.

Em comunicado hoje divulgado, o gnration anunciou que 2020 começa com a “prata da casa”, que se traduz na atuação dos bracarenses Mão Morta, no dia 17 de janeiro, a fazer a banda sonora de “A Casa na Praça Trubnaia”, de Boris Barnet, em formato reduzido com Adolfo Luxúria Canibal, António Rafael e Miguel Pedro.

Também hoje, o gnration anunciou que a argentina Juana Molina vai dar um concerto em Braga, no dia 09 de abril.

No dia 25 do primeiro mês de 2020, a sala de Braga acolhe a artista norueguesa Jana Winderen, reservando-se “o destaque maior do programa” para o finlandês Sasu Ripatti, mais conhecido por Vladislav Delay, que vai atuar em quinteto com Lucio Capece (saxofone), Derek Shirley (contrabaixo), Max Loderbauer (sintetizador Buchla) e Maria Bertel (trombone).

Ao longo do primeiro trimestre, o gnration vai ainda receber The Legendary Tigerman (14 de fevereiro), Gabriel Ferrandini com o pianista alemão Alexander von Schlippenbach (06 de março), Jerusalem in My Heart e Lucrecia Dalt (14 de março), entre outros.

Em 29 de fevereiro, o ciclo de performance audiovisual Binário apresenta a performance “Membrane”, de Push 1 Stop & Wikilow, enquanto Marcel Weber “dará a conhecer uma nova instalação audiovisual resultante de residência artística no âmbito do programa Scale Travels, projeto que alia arte e nanotecnologia, desenvolvido em colaboração com o Laboratório Ibérico Internacional da Nanotecnologia”

Neste âmbito, o artista Peter Burr vai expor “Mode Confusion”, entre 17 de janeiro e 18 de abril.

Continuar a ler

Braga

Mulheres terão furtado mais de 2 mil euros em perfumes, em Braga

Uma foi detida, três fugiram

em

Foto: Ilustrativa / DR

Uma mulher de 31 anos foi detida, numa loja em Braga, este domingo, depois de ter passado na caixa registadora com diversos perfumes, no valor de 547,50 euros, sem que os tivesse pago, anunciou hoje a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Segundo a fonte, a detida encontrava-se na companhia de mais três suspeitas, que se colocaram em fuga. “Nessa altura, deixaram cair dois perfumes, no valor de 196,65 euros, tendo furtado mais perfumes, no valor de 1296,40 euros”, adianta a PSP.

No total, existem indícios de que as mesmas terão furtado produtos num valor superior a dois mil euros.

A mulher foi notificada para comparecer nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Braga.

Continuar a ler

Braga

Em Garfe, na Póvoa de Lanhoso, em cada lugar há um presépio

Exposição de coleção particular, com 2.577 presépios, é outra atração. Selecionador nacional de futebol, Fernando Santos, será um dos visitantes da 18.ª edição

em

Foto: Divulgação / CM Póvoa de Lanhoso (2017)

“Quadros alusivos à história da região e da vida campestre, em comunhão com o espírito festivo”. As gentes de Garfe, no concelho de Póvoa de Lanhoso, voltam, este ano, a apresentar cerca de duas dezenas de presépios, espalhados pelos vários lugares da aldeia e elaborados pelos respetivos moradores.

No calendário da iniciativa, que vai na sua 18.ª edição, é também destaque a exposição com os 2.577 presépios da coleção particular do padre Luís Fernandes Peixoto, cuja abertura está marcada para o próximo domingo, 15 de dezembro.

Nesse mesmo dia, o programa de “Garfe, Aldeia dos Presépios”, que inclui a celebração de eucaristias junto de alguns dos presépios, irá receber a visita do selecionador nacional de futebol. Fernando Santos irá marcar presença na missa.

Nos domingos seguintes, destaque para A tarde de Fado, com Ana Gomes e João Pedro Aves (22 de dezembro), a atuação da Tuna Académica Estudantina de Braga (29 de dezembro) e o Encontro de Reis (05 de janeiro), que terão lugar na Igreja Paroquial de Garfe.

“Garfe, Aldeias dos Presépios” está integrada no programa “Póvoa de Natal 2019”, apresentado na semana passada, que inclui, ainda, a “Aldeia de Natal”, no Diverlanhoso, entre outras iniciativas.

Continuar a ler

Populares