Seguir o O MINHO

Região

Doze concelhos do Minho em risco “extremamente elevado”

Estado de emergência

em

Foto: DR

O Governo acrescentou hoje mais dois níveis de risco elevado aos concelhos abrangidos pelas medidas especiais de combate à covid-19, mantendo 47 municípios em risco “extremamente elevado”, o mais alto na escala.


Numa conferência de imprensa, o primeiro-ministro, António Costa, destacou que os concelhos vão estar divididos consoante os níveis de risco em “extremamente elevado”, “muito elevado”, “elevado” e “moderado” e será “em função destes critérios de risco” que “nos próximos meses serão “modeladas as medidas a adotar para que se ajustem o melhor possível à realidade efetiva em cada concelho”.

Em risco “extremamente elevado” estão 47 concelhos, por apresentarem mais de 960 casos de doença por 100 mil habitantes.

No Minho, são doze concelhos nesse grupo: Barcelos, Braga, Celorico de Basto, Famalicão, Amares, Vizela, Guimarães, Fafe, Valença, Póvoa de Lanhoso, Vieira do Minho e Caminha.

Inicialmente, Celorico de Basto surgia no mapa como não integrante desta lista, mas o concelho foi acrescentado à posteriori na lista divulgada no portal do Governo contra a covid-19.

Máscaras obrigatórias no trabalho e proibida circulação entre concelhos nos feriados

No nível “muito elevado” estão 80 concelhos por apresentarem mais de 480 novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

No Minho, são cinco nesta categoria: Ponte de Lima, Esposende, Arcos de Valdevez, Vila Verde e Cabeceiras de Basto.

Estes 17 concelhos do Minho (em risco muito elevado e extremamente elevado) continuam sujeitos, durante todo o estado de emergência, à proibição de circulação na via pública entre as 23:00 às 05:00 e mantém-se proibição de circulação aos fins de semana entre as 13:00 e as 05:00, assim como a obrigatoriedade de encerramentos a partir das 13:00 horas. Estas últimas medidas aplicadas aos fins de semana vigoram também nos feriados de 01 e 08 de dezembro.

Nas vésperas de feriados, é obrigatório o encerramento dos estabelecimentos comerciais a partir das 15:00 horas.

Fonte: Governo de Portugal

Em risco elevado encontram-se 86 concelhos, com mais de 240 e até 480 casos por 100 mil habitantes, e, em risco “moderado”, estão 65 concelhos, com menos de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Todos os restantes concelhos do Minho encontram-se nessa situação, incluíndo Melgaço, Monção, Ponte da Barca e Terras de Bouro, que até agora não estavam incluídos na lista de risco.

Para esses concelhos há recolher obrigatório entre as 23 horas e as 5 horas, todos os dia, ação de fiscalização do cumprimento de teletrabalho obrigatório e manutenção dos horários de encerramento: os estabelecimentos comerciais às 22 horas e os restaurantes e equipamentos culturais às 22.30 horas.

Da lista de risco, a nível nacional, saíram esta semana 17 concelhos.

António Costa sublinhou que a lista é dinâmica e será revista de 15 em 15 dias, alinhada com a revisão do estado de emergência.

Anúncio

Braga

Prémio do M1lhão saiu na cidade de Braga

Euromilhões

em

Foto: DR

O prémio m1lhão, do Euromilhões, saiu num quiosque situado na cidade de Braga, apurou O MINHO junto de fonte dos Jogos Santa Casa. O código vencedor do concurso 48/2020 do M1lhão, sorteado hoje, é o FFH 02098.

O feliz contemplado registou o boletim do Euromilhões no quiosque Atrevo na Sorte, situado na Rua António Mariz, junto à Makro, em Lamaçães.

O MINHO contactou o proprietário do estabelecimento, Paulo Costa, que nos confirmou a informação.

“Confirmo, já fomos contactados pelo departamento de jogos da Santa Casa a indicar que o M1lhão saiu no nosso estabelecimento”, disse.

Este não é o primeiro prémio mais avultado a sair naquele espaço. Há algum tempo, saiu um prémio de mais de 200 mil euros no Euromilhões, para além de prémios de lotaria e raspadinhas.

“Estamos muito felizes, é um prémio que sai na cidade”, disse ainda o proprietário.

No concurso do Euromilhões desta sexta-feira não há totalistas. No entanto, um apostador de Portugal venceu o terceiro prémio, no valor de 9 mil euros.

É esta a chave do sorteio do Euromilhões desta sexta-feira, 27 de novembro: 2, 5, 8, 14 e 16 (números) e 8 e 9 (estrelas).

Continuar a ler

Viana do Castelo

Concelho de Viana com mais 139 casos e dois óbitos em 48 horas

Covid-19

em

Foto: DR

O concelho de Viana do Castelo regista mais 139 casos de infeção por covid-19 e dois óbitos desde a última atualização dos dados da ULSAM, publicados na quarta-feira.

Segundo o relatório daquela unidade pública da Saúde, o concelho vianense regista hoje 1.469 casos de infeção desde o início da pandemia.

Viana conta nesta sexta-feira com 605 casos ativos, mais 112 do que no balanço feito há 48 horas.

Em termos de óbitos, há mais dois a lamentar desde quarta-feira, atingindo agora o número de 24 mortos associados à covid-19 desde o início da pandemia.

Já no que diz respeito às recuperações, há 25 doentes curados nas últimas 48 horas, subindo o número total de recuperados para 840.

A nível distrital, o Alto Minho conta com 4.466 casos confirmados desde o início da pandemia. Há 2.480 casos recuperados, 98 óbitos e 1.888 casos ativos.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Capuz-de-frade é a milésima espécie registada em plataforma de Viana

Ambiente

em

Foto: DR

A plataforma de ciência-cidadã BioRegisto, lançada em 2028 pela Câmara de Viana do Castelo, chegou, esta semana, à observação número 1.000 com o registo da espécie capuz-de-frade (Arisarum simorrhinum) pela observadora Sandra Nunes, foi hoje divulgado.

Em comunicado hoje enviado às redações, a autarquia da capital do Alto Minho adiantou o principal objetivo daquela plataforma consiste na divulgação do património biológico, contribuindo para a sua conservação através do conhecimento.

Acedendo ao site do BioRegisto ou através da aplicação (APP) lançada em julho deste ano e disponível para Android e iOS, o utilizador submete a observação do ser vivo que, após validação ao nível da espécie, passa a estar disponível na plataforma para consulta de todos os interessados.

Esta plataforma contabiliza já 318 espécies validadas entre espécies endémicas (específicas desta região), ameaçadas, protegidas ou com distribuição muito restrita no nosso território.

Até à presente data, das 1.000 observações submetidas, 877 observações já se encontram validada. Os 75 utilizadores registados na plataforma já contribuíram com 1.604 fotos carregadas.

Continuar a ler

Populares