Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Onda de choque percorre familiares e amigos da menina vítima de acidente com comboio

Funeral de Luana, de 10 anos, realiza-se este sábado, em Arcozelo, Ponte de Lima

em

Foto: Direitos Reservados

Uma onda de choque e solidariedade percorre familiares e amigos de Luana Fernandes Rodrigues, a menina de 10 anos, de Arcozelo, Ponte de Lima, uma das vítimas do acidente entre um veículo de passageiros e o comboio, na passada quarta-feira, em Carapeços, Barcelos.

O funeral está marcado para este sábado, às 15:00, na Igreja de Arcozelo ficando sepultada no cemitério local. Na sexta-feira, a partir das 20:00, todos os interessados já podem velar a memória da menina.

O sentimento de injustiça percorre todos aqueles que se associam numa hora difícil.

Luana, como refere um familiar, “era uma menina cheia de vida, faladora, carinhosa, amiga de todos, pessoas e animais, adorava animais e alguém decidiu que a vida dela tinha que acabar”.

O pároco da freguesia, também, se associou a vaga solidária e lembra o sábado passado quando “confessei a Luana e a avó. Por isso, posso dizer com toda a certeza que elas estão com Deus”, começa por dizer numa mensagem publicada nas redes sociais.

Luís Martins recorda “o sorriso de uma rapariga alegre e cheia de energia. Antes da missa da festa da esperança, estive a falar com ela. Depois da missa, penso que ela me veio agradecer pelos rebuçados que dei ao seu grupo de catequese. Nunca me sairá da memória aquele sorriso de quem se sente em paz com Deus, como a Luana se sentia quando a absolvi. Os poucos minutos que falei com ela marcaram me e ficarão para sempre na minha memória. Descansa em paz Luana e avó (Gracinda) ”.

Entretanto, um grupo no Facebook foi criado para lembrar o acidente e deixar uma mensagem a todos os condutores. Um grupo que ao início da tarde de hoje, já tinha mais de 150 adesões foi criado por um familiar e intitula-se ‘Olá eu sou a Luana Rodrigues e tinha 10 anos’.

No texto que acompanha a criação desta publicação, o administrador escreve em nome da Luana: “eu era a passageira num carro, que sem explicação, o condutor resolveu atravessar a passagem de nível fechada para o comboio passar! E eu e a minha avó e condutor perdemos a vida instantaneamente”.

E deixa uma mensagem para todos os condutores: “se a passagem de nível estr fechada, por favor esperem, para que o comboio passe! Eu não tive essa sorte infelizmente, e hoje já não me encontro neste mundo por essa razão, e sem eu ter culpa alguma! Mais vale perder um minuto na vida, do que a vida num minuto! Como foi o meu caso”.

Anúncio

Ponte de Lima

Minuto de silêncio em jogos da AF Viana em memória de atleta de Ponte de Lima

Homenagem a Paulo Mimoso

em

Foto: DR

Os jogos dos diferentes escalões de formação da ADC Correlhã, na Associação de Futebol (AF) de Viana do Castelo, vão ser alvo de uma homenagem ao atleta Paulo Mimoso, que morreu na passada quinta-feira durante um jogo treino da equipa de veteranos da ADC Correlhã.

A informação foi avançada esta sexta-feira por José António Carvalho, secretário geral da AF Viana, deixando indicação que será feito um minuto de silêncio antes dos jogos Correlhã x Neves – 1ª Divisão (Seniores), Neves x Correlhã – (Juniores), Correlhã x Raianos – 1ª Divisão (Juvenis), Guilhadeses x Correlhã – 1ª Divisão (Iniciados) e Darquense x Correlhã – 2ª Divisão (Iniciados).

O trágico desaparecimento de Paulo Mimoso motivou ainda um comunicado por parte da direção da ADC Correlhã, mostrando consternação e pesar, destacando uma “profunda e longa ligação a A.D.C. Correlhã, onde se notabilizou, como atleta”.

O clube salienta que Palhinhas, como era mais conhecido, “a fazer o que mais gostava em representação do (…) clube”.

Outros clubes e instituições desportivas também já manifestaram pesar pelo desaparecimento do veterano, como é o caso dos Veteranos de São Tiago Mascotelos ou o GD Bertiandos.

As cerimónias fúnebres realizam-se durante a tarde desta sexta-feira, em Correlhã, Ponte de Lima.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Jogador de equipa de veteranos morre durante o treino em Ponte de Lima

No campo da ADC Correlhã

em

Foto: O MINHO / Arquivo

Um homem, com cerca de 40 anos, morreu, esta quarta-feira à noite, no Campo Municipal da Correlhã, em Ponte de Lima, durante um treino de futebol.

Segundo disse a O MINHO o presidente da ADC Correlhã, Fábio Caseiro, o jogador da equipa de veteranos  sentiu-se mal, durante um jogo, caiu e entrou em paragem cardiorrespiratória.

Ao local acorreram a VMER do Alto Minho, a SIV e uma ambulância do INEM dos bombeiros de Ponte de Lima, que tentaram reverter a situação, mas sem sucesso. O óbito foi declarado no local.

A GNR tomou conta da ocorrência.

 

Continuar a ler

Alto Minho

Esporão compra Quinta do Ameal em Ponte de Lima

Empresa fundada por José Roquette aposta nos vinhos verdes

em

Foto: Divulgação

O Esporão, com sede em Évora, no Alentejo, comprou a Quinta do Ameal, em Ponte de Lima, anunciou a empresa de vinhos, esta segunda-feira. O valor do negócio não foi revelado.

Localizada em Refóios do Lima, na margem do rio Lima, já perto da fronteira com Arcos de Valdevez, a propriedade com cerca de 30 hectares pertencia à família do enólogo Pedro Araújo, do Porto, que explorava a quinta desde os anos 1990.

Fundado em 1973 por José Roquette, ex-presidente do Sporting, e Joaquim Bandeira, o Esporão tem base no Alentejo e é uma das mais importantes empresas de vinhos em Portugal, com uma faturação de 50 milhões de euros anuais, resultante da produção de cerca de 12 milhões de litros de vinho, que exporta, com preços entre 2,50 e 150 euros, para meia centena de países.

Nos últimos anos, o Esporão já havia comprado a Quinta das Murças, no Douro, e a Sovina, marca de cerveja artesanal. Entra agora no mercado dos vinhos verdes, numa aposta na diversificação e num projeto ao qual o enólogo Pedro Araújo continuará ligado.

“Com esta aquisição, o Esporão enriquece o seu portefólio”, diz a empresa em comunicado, destacando o facto de a Quinta do Ameal ser “pioneira na afirmação da casta Loureiro”, quer nos métodos de produção orgânica, diferenciação e oferta de “um portfólio completo, onde se inclui o enoturismo”.

Imagem: Google

Nas as lojas online, os preços dos vinhos e espumantes da Quinta do Ameal variam entre 6,95 e 54 euros.

Continuar a ler

Populares