Seguir o O MINHO

Braga

“Observe-se e fique atento a qualquer sinal estranho”

Hospital de Braga promoveu rastreio do cancro da pele

em

Foto: Hospital de Braga

“Independentemente da idade, as pessoas devem observar-se e ficar atentas a qualquer sinal estranho ou a uma lesão muito antiga que se começou a modificar e a ficar mais escura”. O conselho é de Celeste Brito, diretora do Serviço de Dermatologia do Hospital de Braga, neste que é o Dia do Euromelanoma, celebrado naquela unidade com rastreios ao cancro da pele realizados durante toda a manhã.

A iniciativa decorreu em oito salas do hospital, das 08:30 às 13:00, e “pretendeu informar a população acerca dos sinais de alerta e sensibilizar para a prevenção e deteção precoce do cancro da pele”.

Após dois anos de interregno, provocado pelo contexto pandémico, Celeste Brito, citada em comunicado enviado pelo hospital, regozija a retoma destes rastreios e realça a sua importância para o diagnóstico precoce do cancro da pele, lembrando que “quando as lesões são detetadas precocemente, o tratamento do cancro da pele é mais eficaz”.

“Independentemente da idade, as pessoas devem observar-se e ficar atentas a qualquer sinal estranho ou a uma lesão muito antiga que se começou a modificar e a ficar mais escura”, reforça Celeste Brito, que também alerta para o cuidado redobrado em examinar as denominadas “zonas cegas” – parte de trás dos braços e das pernas e a região médio-dorsal.

A proteção da pele no verão que se avizinha foi outro dos temas em destaque na sensibilização realizada pelos dermatologistas que participaram na iniciativa.

Desta forma, “evitar a exposição solar nas horas de maior risco, dizer não aos solários, aplicar protetor solar frequentemente e de preferência com fator de proteção solar 50, e utilizar vestuário adequado, como chapéu de abas” são algumas das recomendações da Diretora de Serviço.

A iniciativa contou com o apoio da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo.

Populares