Seguir o O MINHO

Alto Minho

Obras para combate a cheias começam até ao final do ano em Ponte de Lima

em

As intervenções de combate às cheias e inundações no rio Lima, em Ponte de Lima, deverão começar até final do ano, num investimento superior a 300 mil euros, informou, esta sexta-feira, o presidente da Câmara.

Segundo Vítor Mendes (CDS-PP), “o projeto vai ser candidatado em agosto ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), prevendo-se o início dos trabalhos até final deste ano e a sua conclusão em 2017“.

A intervenção prevê a “estabilização das margens do rio Lima nas freguesias de Fontão, Arcozelo e Correlhã, numa extensão total de 415 metros, e o combate e controlo de invasoras lenhosas nas ilhas e nas zonas de sedimentação existentes no rio, numa área total de 110 hectares”.

Em causa estão os projetos de combate às cheias e inundações na região Norte apresentados publicamente em maio passado pelo ministro do Ambiente, em Esposende, e que vão implicar um investimento global de cerca de nove milhões de euros.

Os projetos, da responsabilidade da Administração da Região Hidrográfica do Norte, integram os Planos de Gestão de Riscos de Inundações e englobam os municípios de Ponte de Lima, Ponte da Barca, Esposende, Chaves, Peso da Régua, Vila Nova de Gaia e Porto.

Para a Câmara de Ponte de Lima, “a concretização da intervenção permitirá controlar as situações de degradação identificadas nas margens, agravadas pelas cheias dos últimos anos, nomeadamente as de 2016”.

Paralelamente, acrescentou o município, a obra “garantirá a continuidade das ecovias do rio Lima minimizando o risco, em termos de segurança, da utilização destes equipamentos situados nas imediações do curso de água”.

Já no que diz respeito “ao combate e ao controlo de invasoras lenhosas, contribuirá para a renaturalização do curso de água e para melhorar o seu desempenho nos vários ecossistemas”.

Para aquela autarquia do Alto Minho, a empreitada será ainda “determinante para a redução da densidade do coberto vegetal existente, uma vez que serão eliminadas as espécies invasoras lenhosas, melhorando as condições de escoamento dos caudais do rio Lima”.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Ponte de Lima. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Populares