Seguir o O MINHO

Ave

Nuno Sá: “Governo injetou 7 milhões nas empresas de Famalicão”

em

DR

“A capacidade dos empresários e a ação do Governo de António Costa têm sido ferramentas decisivas para fazer descer o desemprego no concelho de Vila Nova de Famalicão. Só em 2016, o Governo injetou 7 milhões de euros no apoio às empresas famalicenses, através do Centro de Emprego, que tem menos 1700 desempregados registados do que tinha em finais de 2015, quando o Governo do PS entrou em funções, ou seja, estamos a falar de uma descida de 25 por cento.”

Este foi o balanço feito pelo famalicense Nuno Sá, após uma visita de trabalho ao Centro de Emprego de Vila Nova de Famalicão, na semana finda, no âmbito da iniciativa “Deputado em Ação”. Nuno Sá esteve reunido com Jaime Duarte, diretor do Centro de Emprego local, que transmitiu ao deputado do PS boas notícias sobre o comportamento das empresas e da economia às medidas tomadas pelo Governo. Em comunicado, Nuno Sá revelou ter ficado “bastante satisfeito”.

“O mérito não é do município”

Deputado Nuno Sá (PS) é também cabeça de lista à Câmara Municipal de Famalicão. DR

Segundo nota enviada pelo também candidato à Câmara de Famalicão, Jaime Duarte afirmou que “o Centro de Emprego de Famalicão foi o principal motor desta acentuada melhoria no emprego, ao ter contribuído em 2016 com a injeção de 7 milhões de euros em apoios às empresas, através das várias medidas disponíveis” no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

“Revolta-me que tentem passar a mensagem que o mérito desta evolução seja das políticas autárquicas, quando não é verdade. É preciso respeito pelas instituições e, neste caso, pelo trabalho do Centro de Emprego de Famalicão”, desabafou Jaime Duarte, segundo a nota, uma vez que os apoios municipais, embora sejam bem-vindos pelos empresários, são residuais no contexto de um projeto de investimento empresarial.

O deputado Nuno Sá não poderia ter melhores notícias sobre o papel do Governo de António Costa no apoio efetivo às empresas, que, segundo Jaime Duarte, “está efetivamente” na base da forte descida do desemprego em Famalicão, ao contrário do que possam fazer entender certas notícias.

“Por vezes, tenho que me insurgir sobre o que leio na imprensa local, já que o papel fundamental na redução do número de desempregados e na criação de emprego não é do Município, mas sim do IEFP e, neste caso, do Centro de Emprego de Famalicão”, destacou o diretor Jaime Duarte.

O problema da mão-de-obra qualificada

Ouvidos os números e as explicações, o deputado Nuno Sá destacou “o excelente trabalho que está a ser realizado no Centro de Emprego de Famalicão” e a ação do Governo de António Costa, “nomeadamente com as medidas de devolução de rendimentos, do aumento do salário mínimo, da redução da carga fiscal, na aposta na inovação, no conhecimento e na qualidade do emprego”.

“Sete milhões de euros de investimento só em 2016 significa que o Centro de Emprego tem sido o motor e a alavanca que têm impulsionado o emprego no concelho de Famalicão”, reforçou Nuno Sá.

De acordo com a mesma fonte, o centro do IEFP de Famalicão tem inscritas 7.700 pessoas sem emprego, sendo que cerca de 3.000 desses desempregados são pessoas de difícil colocação, pois têm mais de 50 anos, sendo improvável a sua reconversão. Isto não significa que o mercado de trabalho esteja parado. Pelo contrário, as empresas procuram mão-de-obra, só que as competências dos desempregados registados estão desajustadas face às necessidades. “Na verdade, temos um problema grave: começamos a não ter resposta para os pedidos das empresas”, reconhece Jaime Duarte.

Anúncio

Guimarães

Guimarães com mais escolas no país distinguidas pela reutilização de manuais escolares

Através da plataforma MEGA

em

Foto: Arquivo

Decorreu, esta quinta-feira, 12 de dezembro, na escola Francisco de Holanda, em Guimarães, com a presença da secretária de estado da Educação, Susana Amador, a sessão de entrega de prémios às 20 escolas públicas que mais manuais escolares reutilizaram, anunciou a autarquia.

Integrado na campanha Escola Mega Fixe, este prémio foi criado pelo Governo no sentido de “promover a sustentabilidade económica e sustentabilidade ambiental”, salientou a secretária de Estado, confiante no sucesso desta estratégia.

Guimarães é o concelho com mais escolas distinguidas nesta campanha, com uma taxa de reutilização superior a 77 por cento, tendo sido premiados o Agrupamento de Escolas Virgínia Moura (78,71 por cento), Agrupamento de Escolas das Taipas (78,34 por cento) e Agrupamento de Escolas de Abação (77,7 por cento).

Além do prémio em dinheiro, no valor de dez mil euros, às 20 escolas que mais manuais escolares reutilizaram, foi ainda entregue um selo para distinguir cem escolas que apesar de não chegarem às taxas destas 20 escolas revelaram taxas de reutilização acima dos 60 por cento.

O ranking definido pelo ministério da Educação resulta do cálculo feito a partir do número de manuais que cada escola regista no portal dos manuais, através da plataforma MEGA, onde são feitas as “encomendas”.

A vereadora da Educação da Câmara de Guimarães, Adelina Pinto, mostrou-se “satisfeita” pelo exemplo das escolas vimaranenses na forte adesão à campanha de reutilização de manuais escolares.

“Os resultados apresentados pelas nossas escolas correspondem a uma orientação que tem sido prioritária em Guimarães, assente na área da sustentabilidade ambiental.

Temos exemplos vários com a atribuição do Galardão Eco Escolas e a participação no PEGADAS, um “Programa de Educação e Sensibilização Ambiental para Guimarães” que assenta na estratégia para o concelho ao nível do desenvolvimento sustentável e promoção de políticas para o ambiente, ecológicas e inclusivas”, referiu Adelina Pinto.

Continuar a ler

Guimarães

Desfibrilhador na central de camionagem salva a vida a passageiro em Guimarães

Com cerca de 60 anos

em

Foto: JF Creixomil

Um homem, com cerca de 60 anos, foi salvo esta quinta-feira por populares na sequência de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória dentro de um autocarro da Arriva, que chegava à central de camionagem da cidade.

Segundo dá conta o Guimarães Digital, do Grupo Santiago, o passageiro, residente em Silvares, terá ficado inanimado, cerca das 10:00, ainda dentro do autocarro, levando a que os populares alertassem o motorista.

Esta terá comunicado com a central de camionagem, onde o responsável preparou o desfibrilhador próprio. Chegado ao local, foi o mesmo responsável pela central que efetuou as manobras para reverter a paragem cardíaca do homem, que já não tinha pulso.

Pouco depois chegou o INEM, prolongando as manobras de reanimação, com sucesso.

A vítima, consciente, foi transportada para o Hospital de Guimarães, onde ficou sujeito a internamento.

Continuar a ler

Guimarães

Mulher de 81 anos atropelada no centro de Guimarães

Na Alameda Alfredo Pimenta

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Uma mulher de 81 anos foi vítima de um atropelamento, no centro da cidade de Guimarães, , esta quinta-feira,  disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

O acidente aconteceu na Alameda Dr. Alfredo Pimenta, por volta das 11:00 da manhã. Em resultado, um carro-patrulha da PSP e uma ambulância foram mobilizados para o local.

A vítima foi de imediato transportada para o hospital pelos Bombeiros de Guimarães com ferimentos considerados ligeiros.

Continuar a ler

Populares