Seguir o O MINHO

Alto Minho

Nuno de Matos é o novo Presidente do PSD Ponte de Lima – Saiba quem é

em

Nuno de Matos foi eleito presidente da Comissão Política da Secção (CPS) de Ponte de Lima do Partido Social Democrata (PSD).

As eleições realizadas esta sexta-feira, dia 8 de julho, foram marcadas na sequência da demissão de Manuel Barros. Na altura, o vereador social democrata alegou razões pessoais para a sua saída.

Mário Ferreira e Clara Rocha foram os escolhidos do novo líder concelhio do PSD para vice-presidentes.

A mesa do plenário será liderada por Filipe Amorim, Presidente da Junta de Freguesia de Rebordões Souto.

Quem é Nuno de Matos?

Nuno de Matos PSD Ponte de Lima

Nuno de Matos tem 38 anos, é casado e é pai de dois filhos.

Residente na freguesia de Arcozelo, é filho de Alípio de Matos, um dos militantes mais antigos do PSD Ponte de Lima, que recentemente foi eleito Provedor da Santa Casa da Misericórdia local.

Licenciado em Ciências da Documentação e Informação, trabalhou dez anos na Biblioteca da Faculdade de Economia da Universidade do Porto.

Trabalha no Instituto de Segurança Social,IP no Centro Distrital de Viana do Castelo, desde 2013.

Percurso político

Segundo o próprio, a política sempre fez parte da sua vida. Com 10 anos, como contou a O MINHO, já organizava caravanas de bicicletas de apoio à eleição de Cavaco Silva com os amigos do lugar onde vivia.

É militante do PSD desde os 18 anos. 

No ano 2000, com 23 anos, fez parte da equipa que reimplantou a JSD em Ponte de Lima e, posteriormente, dirigiu o gabinete de informação da JSD Alto Minho.

Em 2006, foi secretário da Comissão Política de Secção (CPS) do PSD de Ponte de Lima, na altura liderada por João Barreto.

Eleito conselheiro distrital durante vários mandatos, assumiu a vice-presidência da CPS de Ponte de Lima entre 2010/2012, sob a presidência de Manuel Barros, a qual acabou por abandonar após ter apresentado a demissão.

Nuno de Matos voltou a ocupar o lugar de vice-presidente da CPS do PSD de Ponte de Lima entre 2013 e 2015, na presidência de Mário Ferreira, e novamente em 2016 com Manuel Barros.
Membro da Assembleia Municipal de Ponte de Lima desde o mandato de 2009/2013, é actualmente o líder da bancada do PSD de Ponte de Lima.

Na comunicação social

Desde 2005, Nuno de Matos tem vindo a escrever diversos artigos de opinião na comunicação social local.

Até 2009 manteve um espaço de opinião no jornal Alto Minho.

Entre 2009 e 2010, colaborou com o jornal Povo do Lima onde desempenhou o cargo de editor de política. Colaborou também com o jornal Novo Panorama e com o programa Manhãs de Sábado da Rádio Ondas do Lima.

Atualmente escreve para o jornal Cardeal Saraiva.

Na blogosfera, Nuno de Matos é um dos mais antigos bloggers limianos. Mantém o blogue Ponte de Lima, onde partilha opinião, pensamentos e notícias locais, e um blogue com o seu nome, no qual disponibiliza as intervenções feitas ao longo do tempo na Assembleia Municipal.

Expectativas para o mandato

O PSD lidera a mudança em Ponte de Lima. Durante os 3 últimos anos demonstrou, através dos seus eleitos na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal, nas Juntas e Assembleias de Freguesia que tem um projecto coerente, diferente, responsável e exequível para o concelho de Ponte de Lima”, declarou Nuno de Matos, em nota enviada a O MINHO.

“Um projecto virado para as verdadeiras necessidades dos limianos e que pretende, não a projecção da Câmara Municipal mas dos limianos e do concelho. O PSD nos últimos anos mudou, uniu-se, demonstrou com o trabalho dos seus eleitos que se pode “fazer” política de outra forma, com responsabilidade, respeito e convicção“, defende.

O desencanto com as políticas obsoletas e cansadas da actual maioria já tem reflexo no próprio CDS com a saída de vários históricos desencantados com o rumo seguido. Mas há novamente esperança, as pessoas no concelho de Ponte de Lima sentem que é possível voltar a ter uma Câmara Municipal virada para os interesses das pessoas, de todas as pessoas, e não de um grupo”, diz.

“Sinto que a expectativa é a de que os eleitos do PSD podem tornar real essa esperança, sinto, pessoalmente, que é possível”

“Quem, nas freguesias, fala com os jovens, com as associações e dirigentes locais, percebe que estes não se revêem na política retrograda que a actual maioria representa, o motor e força da mudança está nas freguesias e quando assim é, podem comprar muito espaço publicitário, tirar muitas fotografias, mas nada pode para a mudança”, conclui o novo líder do PSD Ponte de Lima.

 

O mandato de Nuno de Matos e da sua equipa tem duração de dois anos.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Ponte de Lima. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Populares