Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Laboratório Colaborativo vai criar quase 150 empregos qualificados em Viana

Colaboração com o IPVC

em

O Laboratório Colaborativo para Serviços de Inovação Orientados para os Dados (DataCoLAB), com sede em Viana do Castelo, foi hoje oficialmente constituído, numa cerimónia realizada no Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), e vai criar quase 150 empregos qualificados.

O ministro da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, que reuniu antes da cerimónia com a presidência do IPVC e dos diretores das escolas e das unidades de investigação, prometeu encontro com o consórcio em breve.

Na cerimónia, o presidente do IPVC, Carlos Rodrigues, assumiu a constituição do DataCoLAB como um “momento importante” para o país e, sobretudo, para a região. Carlos Rodrigues agradeceu a todos os parceiros, destacando o contrato de comodato das instalações, celebrado com a Câmara de Viana do Castelo, o que permite que esta instituição de investigação tenha já casa pronta para desenvolver de imediato a sua atividade.

A vice-presidente do IPVC, Ana Paula Vale, acredita que o DataCoLAB “vai servir de alavanca a muitos projetos e vai permitir atrair e fixar jovens e talento na região, criando uma dinâmica muito importante para fomentar e consolidar parcerias”.
Durante a cerimónia foi celebrado o contrato de comodato das instalações, por 20 anos, com a Câmara de Viana do Castelo, que é parceira desta dinâmica.

O DataCoLAB é um projeto que o autarca José Maria Costa, acredita, “só por ser um projeto colaborativo tinha que dizer ‘sim’ e será um bom projeto para o país”.

Laboratório “é veículo de inovação para resolver problemas reais”

O DataCoLAB, reconhecido como Laboratório Colaborativo pela Fundação para Ciência e a Tecnologia (FCT) por um período de cinco anos, renovável, após um processo de avaliação por um painel de peritos internacionais, é composto diversas entidades, sendo liderado pela empresa multinacional SGS e copromovido pelas empresas FI Group Portugal e Smartwatt.

Em representação do mundo científico, esta estrutura conta com a presença do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, a Universidade do Minho, Universidade do Porto e Universidade Nova de Lisboa.

Para João Marques, da SGS, este laboratório “reveste-se de extrema importância e é uma oportunidade para Viana do Castelo, para a região e para o país”, admitindo que o DataCoLAB será “um veículo de inovação para resolver problemas reais das empresas e instituições”.

Também da SGS, Sérgio Lopes sublinhou que a constituição do laboratório “é apenas o início desta caminhada”, estando já criado para o efeito “um ecossistema intersectorial, inovador e multidisciplinar, que usará dados que vão mudar a forma como se vive”.

Proporcionar serviço de inovação em dados com foco nas PME’s, formação avançada com ministração de cerca de 40 cursos específicos, a criação de emprego qualificado com 46 empregos diretos e 100 empregos indiretos e a investigação são os pilares de trabalho deste laboratório.

Populares