Seguir o O MINHO

Actual

Nova missão tripulada na Lua será feita no feminino em 2024

Estados Unidos querem levar novamente astronautas à Lua

em

Foto: DR

Os Estados Unidos querem levar novamente astronautas à Lua, em 2024, incluindo desta feita uma mulher na missão, que não tem custos contabilizados, mas que se chamará Ártemis, deusa da Lua na mitologia greco-romana.

Na segunda-feira, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na rede social ‘Twitter’ um reforço de 1,6 mil milhões de dólares (1,4 mil milhões de euros) no orçamento da NASA, para a agência espacial norte-americana voltar ao espaço em “grande forma”.

Reagindo na terça-feira às declarações de Trump, o administrador da NASA, Jim Bridenstine, disse que a verba proposta, que terá de ser aprovada pelo Congresso, é um “bom começo” para enviar novamente astronautas para a Lua, em 2024.

À pergunta de jornalistas sobre o custo total da missão, Jim Bridenstine não soube dar uma resposta. “Gostaria muito de poder responder”, disse.

A NASA, que em julho assinala os 50 anos da chegada do Homem à Lua, com a missão Apollo 11, anunciou na segunda-feira que a nova missão lunar humana se chamará Ártemis, que, na mitologia greco-romana, era irmã gémea de Apolo e deusa da caça e da Lua.

Em março, a administração Trump antecipou em quatro anos, para 2024, o regresso de astronautas norte-americanos à Lua, incluindo a primeira mulher. A última missão tripulada à Lua, a Apollo 17, foi em dezembro de 1972.

Segundo um comunicado da NASA, de segunda-feira, os astronautas partirão da Terra na nova missão lunar para uma estação orbital na Lua, a Gateway, a ser construída pela agência espacial com parceiros privados. Desta ‘casa’ temporária, os astronautas seguirão num módulo de aterragem para o polo sul da Lua.

Sem se referir exatamente a uma base lunar, a NASA espera “estabelecer missões sustentáveis” na Lua em 2028 com o objetivo de enviar posteriormente astronautas para Marte.

Num vídeo promocional, titulado “We are going to Moon to stay, by 2024” (Vamos à Lua para ficar, em 2024), a NASA apresenta o regresso dos astronautas norte-americanos à Lua como o “próximo passo da exploração espacial”, tendo no horizonte Marte, e descreve como: com um foguetão “maior e mais poderoso”, o SLS, a nave Orion e a estação orbital Gateway.

Anúncio

Actual

Ferido após queda em cascata no Gerês

Num local “bastante sinuoso, de difícil acesso”

em

Cascata da Rajada, Vilar da Veiga. Foto: DR / Arquivo

Uma pessoa ficou hoje ferida depois de cair esta numa cascata no Gerês, Terras de Bouro, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Braga.

Segundo a fonte, o alerta foi dado pelas 18:10, tendo a queda ocorrido na cascata da Rajada, em Vilar de Veiga.

A fonte acrescentou que se trata de um local “bastante sinuoso, de difícil acesso”, mas as organizações de socorro já chegaram à vítima e estão a prestar-lhe assistência.

ATUALIZAÇÃO

Vítima de queda em cascata no Gerês é um jovem turista francês que não conhecia o local

No local, estão os bombeiros e o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, num total de 12 homens apoiados por quatro viaturas.

Ainda no início desta semana, na sequência de mais uma ocorrência do género, o GIPS apelou, através de uma publicação no Facebook, para que os visitantes “não se deixem deslumbrar pela beleza natural” das cascatas no Gerês.

Jovem ferida no Gerês, GIPS deixa alerta: “Não se deixem deslumbrar pela beleza das cascatas”

“Os acidentes nestas cascatas têm sido frequentes e têm feito vítimas muito graves e mortais”, sublinhava, alertando para o “perigo de escorregar”.

 

Notícia atualizada às 0h49: corrigiu a informação relativa ao sexo da vítima, inicialmente apontada como sendo uma mulher.

Continuar a ler

Actual

Portugal nas meias-finais do Mundial de hóquei

Venceu a Itália nos penáltis

em

Foto: Twitter / Arquivo

A seleção portuguesa de hóquei em patins qualificou-se hoje para as meias-finais do Mundial, ao vencer a Itália, por 2-0, no desempate por grandes penalidades, após uma igualdade a cinco golos no final do prolongamento.

No tempo regulamentar, Jorge Silva (11 minutos), Gonçalo Alves (24), João Rodrigues (43) e Hélder Nunes (44) fizeram os golos de Portugal, com Federico Ambrosio (02), Alessandro Verona (06), Giulio Cocco (32) e Andrea Malagoli (34) marcaram para a Itália.

Após o 4-4 no final do tempo regulamentar, Federico Ambrosio (51) e João Rodrigues (56) marcaram e levaram o jogo para as grandes penalidades, nas quais Portugal marcou duas vezes e a Itália nenhuma.

A formação das ‘quinas’ vai agora defrontar a Espanha, nas meias-finais, marcadas para sexta-feira, continuando em busca do 16.º título mundial.

Continuar a ler

Actual

Circulação na Linha do Minho retomada às 17:08 após atropelamento com vítima mortal

Em Vila Nova de Cerveira

em

Foto: Arquivo

A circulação em ambos os sentidos da linha do Minho foi retomada hoje às 17:08, cerca de uma hora e meia depois de ter sido cortada após um atropelamento ferroviário que causou uma vítima mortal em Vila Nova de Cerveira, informou à Lusa a CP.

As vias estavam cortadas desde as 15:32, hora do alerta para a ocorrência no localidade de Moutorros, em Viana do Castelo.

Segundo fonte da CP, “a circulação foi normalizada, sem atrasos”, tendo sido apenas afetados dois comboios: o da ocorrência, com um atraso de duas horas, e o que circulava na retaguarda, 14 minutos atrasado.

O acidente provocou uma vítima mortal, do sexo feminino.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares