Seguir o O MINHO

Guimarães

Nova escola das Taipas é uma referência para o país

Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, visitou aquela escola e ainda a EB 2,3 de São Torcato, em Guimarães

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

A Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, visitou esta quarta-feiraa nova Escola Básica (EB) de Caldas das Taipas, no concelho de Guimarães, cuja construção do edifício está concluída. A abertura deve acontecer no arranque do próximo ano letivo.

Na visita, a governante realçou o “investimento” e “grande empenho” pela parte da “Câmara Municipal e Ministério da Educação” e sublinhou que esta obra “irá melhorar muito a vida desta comunidade escolar”.

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães aponta que a nova EB de Caldas das Taipas “é uma escola referência no país” e o esforço assumido pela autarquia tem em linha de conta o facto de servir a comunidade de toda aquela área geográfica, apontando a construção de um auditório e gimnodesportivo com entradas independentes, numa valorização da ligação da escola à comunidade e no usufruto que toda a comunidade pode ter.

“Esta EB 2,3 de Caldas das Taipas é agora uma escola excecional e um orgulho para todos. Vamos acordar com os serviços educativos, desde os professores, Associação de Pais, Junta de Freguesia e serviços educativos da Câmara, um calendário de reabertura. Aponto que possa ser aberta, com calma e tranquilidade, em setembro aquando o arranque do novo ano letivo. Do ponto de vista do edifício, a escola está concluída mas há algum trabalho de pormenor a fazer e se a vontade for abrir antes disso também será possível”, salientou Domingos Bragança.

O investimento global nesta obra ronda os 9,5 milhões de euros, comparticipada pelo Governo e fundos europeus. A Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, realçou nesta visita a Guimarães que existem novos apoios comunitários a atribuir na fase da reprogramação. Domingos Bragança assume que há um “esforço significativo” da Câmara Municipal de Guimarães e aguarda pela conclusão da fase da reprogramação.

A Secretária de Estado ficou ainda a conhecer o projeto para o novo Centro Escolar de Moreira de Cónegos, aquando a visita à Escola Básica de Vermis. O projeto está a ser validado nas várias entidades e nos próximos meses será lançado concurso para a obra.

Entretanto, na visita à EB de São Torcato a Secretária de Estado reconheceu a necessidade de obras nesta escola. Neste caso, o presidente da Câmara Municipal defende uma “intervenção de fundo” a fim de criar as melhores condições possíveis para os alunos, professores e comunidade educativa.

Populares