Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Nós, Cidadãos! defende plano de proteção do ambiente para Viana do Castelo

Eleições autárquicas

em

Foto: DR

A candidata do Nós, Cidadãos! à presidência da Câmara de Viana do Castelo propôs hoje um Plano Municipal de Proteção do Ambiente e Prevenção das Alterações Climáticas, com medidas preventivas para incêndios e proteção da população.

“Constatamos que [o ambiente] é uma área que é muito desprotegida e pouco trabalhada por este município. E isso constata-se pela inexistência de um regulamento municipal que proteja de forma eficaz o nosso património natural e ambiental”, afirmou hoje à agência Lusa Paula Veiga.

A cabeça de lista do Nós, Cidadãos! à liderança da capital do Alto Minho adiantou que, nesta área, o partido quer “investir em práticas mais sustentáveis e amigas do ambiente, criando um Plano Municipal de Proteção do Ambiente e de Prevenção das Alterações Climáticas, também com medidas de prevenção contra os incêndios e de proteção civil”.

A coordenadora distrital do Nós, Cidadãos! começou o atual mandato autárquico como vereadora do PSD, mas anunciou em abril a desfiliação do PSD, permanecendo no executivo municipal como independente.

Paula Veiga propõe-se ainda “impulsionar um Centro interpretativo na Serra d’Arga e Serra de Santa Luzia, criando vários polos de interpretação ambiental, justamente com vista à proteção e preservação do seu património natural e ambiental contra a extração mineira”, uma das “preocupações fundamentais” da candidatura do Nós, Cidadãos!.

“Foi uma questão que abordei ao longo do meu mandato. Sabemos que é uma questão que não está de todo apagada, embora se fale menos nela. Está ainda na mira do projeto nacional de extração de lítio e outros minérios de valor. Este concurso foi lançado e abrange algumas zonas da Serra d’Arga e, neste momento, não há garantia nenhuma que o projeto não vá avançar”, frisou.

A Serra d’Arga abrange uma área de 10 mil hectares nos concelhos de Caminha, Vila Nova de Cerveira, Viana do Castelo e Ponte de Lima, dos quais 4.280 hectares se encontram classificados como Sítio de Importância Comunitária.

Está atualmente em fase de classificação como Área de Paisagem Protegida de Interesse Regional, numa iniciativa conjunta daqueles quatro concelhos do distrito de Viana para garantir a proteção daquele território de eventuais projetos de prospeção ou exploração de lítio e de outros minerais.

Paula Veiga adiantou que tem vindo a “colaborar com vários grupos locais e nacionais contra este projeto desenfreado que visa apenas o lucro e que não salvaguarda as questões ambientais e da natureza”.

“Levei por várias vezes este assunto à reunião de Câmara, fazendo propostas concretas para impedir que o projeto de exploração mineira avançasse, por entendermos que existem outros recursos locais mais sustentáveis que podem potenciar o desenvolvimento económico do concelho”, disse.

A candidata do Nós, Cidadãos! garantiu ter “propostas concretas no plano do desenvolvimento económico, nomeadamente atrair turismo cultural e ambiental para esta zona, para poderem desfrutar do melhor que o nosso património oferece”.

“Desde a gastronomia, dos usos e costumes, das atividades físicas ao ar livre, nas serras e montanhas, entre o imensurável número de atividades que podem ser criadas sem destruir o património natural e ambiental. Temos de garantir que vai ser passado às gerações vindouras”, salientou.

Além de Paula Veiga (Nós, Cidadãos!), concorrem nas eleições de domingo à presidência da Câmara de Viana do Castelo Luís Nobre (PS), Eduardo Teixeira (PSD/CDS-PP), Cláudia Marinho (CDU), Jorge Teixeira (Bloco de Esquerda), Rui Martins (Aliança), Maurício Antunes da Silva (Iniciativa Liberal) e Cristina Miranda (Chega).

Populares