Seguir o O MINHO

Região

Norte foi “principal motor de crescimento da produtividade” do país

em

A região Norte foi o “principal motor de crescimento da produtividade” no país durante o período de recuperação económica, conclui uma análise aos resultados de 10 anos do relatório Norte Conjuntura da CCDR-N.


“Dada a dimensão económica da região do Norte, esta região foi o principal motor de crescimento da produtividade em Portugal”, indica em comunicado a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), responsável pelo relatório trimestral que completa 10 anos, assinalados com um ciclo de conferências que termina quarta-feira.

Numa análise aos dados estatísticos, reunidos durante os 10 anos do relatório, “conclui-se que a produtividade aparente do trabalho era na Região do Norte a quarta maior em Portugal em 2015 e cresceu 6,5% entre 2008-2015, acima da média nacional”.

“O setor das indústrias transformadoras destaca-se claramente com um contributo relativo de 7,3%. Sem este contributo, a produtividade total das empresas da região do Norte teria tido um decréscimo em vez dos +6,5% verificados”, indica o relatório.

Já no chamado período de recuperação económica, entre 2012 e 2015, a produtividade na região “cresceu 8,0%, bem acima da média nacional (5,2%) e da NUTS II de Lisboa (1,8%)”, acrescenta a CCDR-N.

Comparando indicadores estatísticos, nos 10 anos em causa o Norte perdeu pouco mais de 1.300 empresas (uma diminuição de 0,3% entre 2008 e 2015), o que compara com as mais de 100 mil (8,3%) que se extinguiram a nível nacional no mesmo período.

Já em termos de pessoal ao serviço, entre 2008 e 2015 o Norte registou uma redução de 80 mil trabalhadores, uma taxa de variação de -6,3%, a menor quando comparada com outras regiões e mesmo a nível nacional.

No período de recuperação económica, a variação acumulada de pessoal ao serviço nas PME foi de 72.524 em Portugal e de 55.891 no Norte, de onde se conclui que “a Região do Norte contribuiu com 77,1% para esse acréscimo nacional”, indica o relatório que junta 10 anos de indicadores económicos.

Em termos setoriais, os setores de atividade que mais contribuíram para a redução do pessoal ao serviço no Norte entre 2008 e 2015 foram o da Construção (-5,4%), o das Indústrias Transformadoras (-3,0%) e do comércio.

Quanto a gastos com pessoal por pessoa empregada (que inclui remunerações, contribuições para a segurança social, fundo de pensões, entre outros) os verificados na região do Norte só foram superados pela região de Lisboa em 2015. Já numa análise a 10 anos, entre 2008-2015, estes gastos cresceram 8,4% no Norte, contra 6,2% em Portugal.

Em matéria de exportações, conclui a CCDR-N que “as empresas nortenhas demonstraram que foram capazes de reagir rapidamente à diminuição de atividade sentida em 2009, como consequência da crise internacional”.

“Logo em 2010, as empresas do Norte voltaram a exportar mercadorias num valor relativamente próximo do de 2008 e em 2011 voltaram a ter um crescimento muito acentuado”, destaca.

Estes e outros indicadores relativos à “resiliência e à capacidade exportadora” que as empresas do Norte de Portugal demonstraram nos últimos 10 anos de Norte Conjuntura serão apresentados pela CCDR-N na quarta-feira, pelas 15:00, no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Economia. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Viana do Castelo

Nadadores salvaram 23 pessoas de afogamento nas praias de Viana durante o verão

Coordenada Decimal

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

O Centro de Mar, instalado a bordo do navio-museu Gil Eannes, acolheu hoje de manhã uma sessão de agradecimento aos 38 nadadores salvadores que asseguraram a vigilância de 13 praias do concelho ao longo de 96 dias de época balnear.

Na cerimónia, o presidente da Câmara de Viana do Castelo, o comandante da Capitania e o vereador do Ambiente agradeceram aos nadadores salvadores e à direção da Coordenada Decimal o trabalho realizado nas praias de Viana do Castelo, destacando-se as 960 horas de vigilância e os 16 mil quilómetros percorridos pelas duas viaturas de apoio.

Ao longo da época balnear, foram registadas 229 ocorrências, não tendo sido assinalada qualquer vítima mortal. Foram registadas 125 ocorrências em praticantes de atividades náuticas e foram realizadas manobras de primeiros socorros em 113 ocorrências entre os veraneantes.

Houve necessidade de se proceder a evacuação hospitalar em 52 casos, tendo sido ainda promovidas 14 assistências na via pública. Os nadadores salvadores promoveram 23 salvamentos aquáticos ao longo destes mais de três meses. Os resultados obtidos revelaram da parte dos nadadores salvadores um trabalho importante de prevenção, treinos, dedicação e sensibilização da comunidade.

Os nadadores salvadores foram responsáveis pela vigilância de 24 quilómetros de costa, assegurando a segurança de 13 praias vigiadas e de 40 recantos.

Mais uma vez, o Município de Viana do Castelo ostentou 8 bandeiras azuis nas praias de Afife, Arda, Paçô, Carreço, Norte, Cabedelo, Amorosa e Castelo do Neiva

A vigilância, assistência e socorro balnear esteve a cargo da Associação de Nadadores Salvadores Coordenada Decimal, operando em conjunto com a Autoridade Marítima.

Continuar a ler

Região

Reitor da UMinho dá as boas-vindas a 3.100 novos estudantes

Ensino superior

em

Foto: DR

Os cerca de 3.100 novos estudantes da Universidade do Minho (UMinho) vão ser simbolicamente recebidos na próxima quarta-feira, dia 07 de outubro, às 18:00, no Auditório Nobre, no campus de Azurém, em Guimarães.

A cerimónia – adiantou a Reitoria – inclui intervenções do Reitor, Rui Vieira de Castro e do presidente da Associação Académica (AAUM), Rui Oliveira e contará com a presença de um aluno de cada curso de licenciatura / mestrado integrado colocado na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso e ainda representantes dos cerca de 300 alunos que acolheram os novos estudantes da Universidade.

“Voltando a assinalar o início do ano letivo com uma cerimónia tradicionalmente marcante para os novos estudantes”, a sessão decorre de forma presencial dando cumprimento às regras de distanciamento físico. Face à impossibilidade de se poder contar, neste ano, com a presença física de todos os novos estudantes na sessão, a mesma será transmitida, via «streaming», através do YouTube oficial da UMinho e da página oficial da instituição no Facebook.

Esta cerimónia de boas-vindas conta ainda com a atuação de um quarteto de cordas composto por alunos da instituição.
Ao longo da última semana, os novos estudantes tiveram oportunidade de conhecer os campi universitários, os seus novos colegas de curso e as suas Escolas e Institutos. Este programa de acolhimento foi desenvolvido em parceria entre a UMinho, as suas Escolas e Institutos e a AAUM.

Continuar a ler

Guimarães

Menina de 18 meses queimada com gravidade em Guimarães

Acidente

em

Foto: DR

Uma menina de 18 meses sofreu queimaduras graves depois de um acidente doméstico, na vila de Caldas das Taipas, concelho de Guimarães.

Ao que apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros, a vítima sofreu queimaduras de segundo grau quando estava dentro de casa, na Rua da Rabata, cerca das 16:00 horas deste sábado.

A menina foi assistida pelos Bombeiros das Taipas e pela equipa médica da VMER.

Foi transportada em estado grave para a ala pediátrica do Hospital de Braga.

Fonte envolvida no socorro não conseguiu adiantar o que causou a queimadura.

A GNR está no local.

Continuar a ler

Populares