Seguir o O MINHO

Braga

Noite Europeia dos Investigadores com mais de 30 atividades em Braga

Iniciativa decorre em simultâneo em mais de 300 cidades de 30 países.

em

Foto: DR

A Escola de Ciências da UMinho propõe quase dez horas de experiências, demonstrações, exposições e workshops para todos. São mais de três dezenas de atividades científicas gratuitas que cidadãos de todas as idades podem experimentar esta sexta-feira, dia 28, das 14:30 às 24:00, no Altice Forum Braga.

A iniciativa coordenada pela Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM) insere-se na 14ª edição da Noite Europeia dos Investigadores (NEI), que tem o tema “Ciência na cidade” e decorre em simultâneo em mais de 300 cidades de 30 países.

A Reitoria adiantou hoje que a abertura oficial em Braga realiza-se às 16:30, prevendo-se a presença da vice-reitora da UMinho para a Cultura e Sociedade, Manuela Martins, do pró-reitor para os Assuntos Estudantis e Inovação Pedagógica, Manuel João Costa, da presidente da ECUM, Manuela Côrte-Real, do coordenador local da NEI, José Brilha, e da vereadora da Cultura e Educação, Lídia Dias.

“Há tanto para tocar e observar no recinto que o mais difícil é por onde começar”, acentua a instituição. Os participantes vão poder fazer uma viagem pela luz em dez passos, mexer em filmes finos, baterias e sensores, perceber como a memória nos engana, ver minerais ao microscópio e a química do dia-a-dia, obter técnicas para conservar sementes ou saber como, a partir das leveduras, se produz fármacos e biocombustíveis.

Além disso, vão seguir o percurso da uva ao vinho, fertilizar solos com resíduos orgânicos, imprimir em 3D em diferentes materiais, detetar partículas com câmaras de faíscas e de nuvens, descobrir a chamada ciência das “coisas”, decifrar quebra-cabeças, entranhar-se na criptografia e na inteligência artificial e até monitorizar a afluência do evento em tempo real.

Populares