Seguir o O MINHO

País

Níveis de gás em armazenamentos subterrâneos em 103% da capacidade comercial

Economia

em

Foto: DR / Arquivo

Os níveis de gás em instalações de armazenamento subterrâneo em Portugal eram, em 30 de junho, de cerca de 103% da capacidade comercial firme disponível em base anual, ficando acima das metas da Comissão Europeia.

De acordo com o Boletim sobre Utilização das Infraestruturas de Gás, da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), “o valor atual do gás armazenado em cavernas subterrâneas supera já a meta de 80% (o ‘stock’ de gás, em 30 de junho de 2022, era cerca de 103% da capacidade comercial firme disponível em base anual)”.

A meta em questão diz respeito ao regulamento da União Europeia sobre obrigações de armazenamento de gás, que inclui o enchimento mínimo de 90% das infraestruturas subterrâneas, a salvaguarda para países sem infraestruturas de armazenamento e para países com capacidade de armazenamento muito significativa, e a possibilidade de cumprir a meta de enchimento considerando os ‘stocks’ de gás natural liquefeito armazenado se a capacidade for superior a 4% do consumo médio anual.

De acordo com o boletim, o terminal de Gás Natural Liquefeito, em Sines, esteve na sua utilização máxima durante 11 dias em 2021, contra seis dias em 2020 e dois dias em 2019.

Já este ano, foram carregadas 3.521 cisternas em Sines durante o primeiro semestre, que transportaram 1.613 GWh (gigawatt hora), o equivalente a 5,1% do total de consumo de gás ou 13,5% do consumo nas redes de distribuição.

Populares