Seguir o O MINHO

Braga

Neste lar em Vila Verde há um jardim que estimula os sentidos nas pessoas com Alzheimer

Dia Mundial da Pessoa com Alzheimer

em

Foto: Divulgação

Foi esta terça-feira apresentado um caderno de sensibilização para a doença de Alzheimer, no dia em que se comemorou o Dia Mundial da Pessoa com Alzheimer, no Jardim Terapêutico e Sensorial da Casa da Alegria, em Lanhas, Vila Verde.

Este jardim, já considerado um “oásis” no panorama nacional da luta contra a doença mental, é um lugar de “lazer, recreativo, de reabilitação, sensorial e de socialização”, conforme explica a diretora técnica Andreia Costa, em comunicado enviado a O MINHO.

“De realçar, a importância que este projeto teve em tempos de pandemia possibilitando saídas seguras com os utentes”, reforçou Andreia Carneiro, cordenadora da animação do Centro Social Vale do Homem, que gere o espaço.

O projeto, inaugurado em 2019, um pouco antes da chegada da pandemia, beneficiou do Programa de Parcerias para o Impacto – POISE, Portugal 2020, e é “resposta de Inovação Social única no país”, afirmou Helena Loureira, representante da região Norte na estrutura de missão Portugal Inovação Social, à margem da apresentação do “Caderno dos Sentidos”.

“Este caderno, além da sensibilização da doença, pretende incluir os contributos dos utentes, numa perspetiva de inclusão e empoderamento”, referiu Andreia Costa, citada no mesmo comunicado.

O Centro Social do Vale do Homem assinou ainda, protocolo com a Comissão de Trabalhadores do Hospital de Braga, a Associação Empresarial do Vale do Homem e com a “DTC Associação Cães pelas Pessoas”.

Para além da diretora técnica e da representante para a inovação social, também discursaram Carla Cruz, psicóloga e técnica superior do Instituto Politécnico do Cávado e Ave, e a vereadora da Ação Social de Vila Verde, Júlia Fernandes.

O presidente de Direção, Jorge Pereira, terminou as intervenções, informando que a instituição pretende a criar um Centro de Apoio ao Alzheimer do Vale do Homem.

O encerramento da cerimónia pertenceu à Associação Educação, Cultura e Artes que proporcionou um momento musical na voz da Sara Salazar e ao piano, Tiago Simães.

Foram ainda, assinados 14 protocolos de cooperação bilateral com instituições dos concelhos de Amares, Braga, Vila Verde e Terras de Bouro de forma a abranger mais beneficiários do Jardim Terapêutico e Sensorial.

Lista de centros abrangidos

Centro Social da Casa do Povo de Escariz, Cas do Povo do Vale do Cávado, Santa Casa da Misericórdia de Amares, Centro de Apoio aos idosos de Bouro Santa Maria, Casa do Povo de Pico de Regalados, Lar do Trabalhador da Vila de Prado, Associação Cultural e Recreativa de Aboim da Nóbrega, Casa do Povo de Ribeira do Neiva, Centro Social de Valdozende, Centro Convívio de Carvalheira, Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Vale D´Este, Associação de Solidariedade Social de S. Tiago de Fraião, Lar D. Pedro V e Amigos da Terceira Idade de Palmeira).

Populares