Seguir o O MINHO

Futebol

“Não sentimos dificuldade absolutamente nenhuma”

João Henriques

em

Declarações dos treinadores na conferência de imprensa após o empate 2-2 entre Santa Clara e Moreirense, nos Açores, em jogo da segunda jornada da I Liga de futebol:

João Henriques (treinador do Moreirense): “Não sentimos dificuldade absolutamente nenhuma, as dificuldades normais de uma equipa que defrontou outra com muita qualidade. Obviamente que o empate é o resultado menos mau, nós vimos sempre à procura da vitória.

Queria deixar isso bem vincado. Dar os parabéns ao Santa Clara por ter passado ao ‘play-off’ [da Liga Conferência Europa] e do fundo do coração, do treinador e representativo de todo o staff, desejar a melhor sorte para que o Santa Clara continue a representar Portugal e os Açores na Europa.

Hoje, a pior equipa em campo foi a equipa de arbitragem, que condicionou o resultado final, anulando um golo limpo ao Moreirense e tendo influência também no lance da grande penalidade contra o Moreirense, numa falta inexistente sobre o Allano, que, na sua sequência, dá o golo do 2-1.

Já para não falar da expulsão do Rodrigo, que estava no balneário em lágrimas, porque isso às vezes ter sobrenome ou ter um passado ou alguns registos paga-se caro e as pessoas às vezes não sabem lidar com isso. O Rodrigo não disse nada de extraordinário para levar um cartão vermelho. Foi à minha frente, eu ouvi.”

Daniel Ramos (treinador do Santa Clara): “É um ponto e deviam ter sido três. Fizemos mais do que suficiente para três pontos, fomos a melhor equipa em campo e penso que muito do resultado final é o cansaço. É um cansaço que aparece nos últimos minutos e tira-nos discernimento. Cansaço não só físico, mas mental.

A equipa esteve fantástica durante o jogo, trabalhou bem. Foi dando conta do recado, fizemos uma belíssima exibição, do ponto vista geral. Podíamos ter matado o jogo, tivemos oportunidades e, praticamente no último lance, já depois da hora, acabámos por ser muito penalizados por aquele golo sofrido.

Se eu quiser ser picuinhas, digo que no lance do penálti contra nós há uma falta sobre o João Afonso, que foi agarrado, o que o atrasou, e fez penálti. O penálti é penálti. Mas há uma falta que precede.”

Populares