Seguir o O MINHO

Desporto

“Nunca pensei que fosse possível atingir esta marca num clube desta dimensão”

em

Pedro Santos atingiu a marca de 100 jogos pelo SC Braga, assinalada pelo clube com a entrega de uma camisola comemorativa.

O futebolista natural de Lisboa chegou a Braga em 2013, ano em que foi emprestado a dois clubes: ao Astra Giurgiu, da Roménia, e ao Rio Ave.

Em 2014, integrou o plantel dos bracarenses, tendo feito 33 jogos, nos quais marcou 5 golos.

Em 2015/2016, disputou 41 partidas e chegou aos 10 golos.

Esta época já participou em 26 jogos e leva 8 golos na conta pessoal.

Sobre o registo alcançado, Pedro Santos declarou ao site do clube, em scbraga.pt, que “foram 100 jogos em que tivemos muitas alegrias, algumas tristezas também, mas nos quais fizemos história. O que fica são os melhores momentos e para mim é uma marca, algo que não pensei que fosse possível, atingir esta marca histórica por um clube desta dimensão. É um orgulho”, disse o jogador ao site da clube.

O futebolista falou também da situação atual do clube, numa altura em que o SC Braga segue em 4.º na Liga.

“Acredito plenamente que o melhor está para vir. Mais do que ninguém queremos inverter este ciclo, é importante que no próximo jogo tenhamos uma boa moldura humana, porque se os nossos adeptos acreditarem em nós, nós acreditamos ainda mais”, disse o extremo português.

Pedro Santos tem 28 anos. Conta com uma Taça de Portugal e uma Taça da Roménia no palmarés.

Anúncio

Desporto

Braga: “Dance World Cup” eleito melhor evento desportivo em 2019

Gala do Desporto

em

Foto: Divulgação

O evento Dance World Cup, que reuniu milhares de jovens bailarinos em Braga durante o mês de junho, foi considerado o melhor evento desportivo realizado em Braga, de acordo com a votação do público na VI Gala do Desporto, que decorreu nesta segunda-feira.

O evento foi a concurso a par da 40.ª edição da Rampa da Falperra, a 41.ª corrida de São Silvestre, a Final Four da Taça da Liga e o Campeonato Europeu Universitário de Futsal.

Nesta sexta edição da gala, foram ainda distinguidos atletas, dirigentes, treinadores e árbitros, no evento que encheu o Altice Forum Braga.

O júri atribuiu o prémio de melhor árbitro a Andreia Sousa, árbitra de futebol, enquanto Miguel Santos, Treinador da Equipa de Futebol Feminino do Sporting Clube Braga, venceu na categoria de melhor treinador.

Foto: Divulgação / SC Braga (Arquivo)

O prémio de melhor dirigente desportivo foi atribuído a Manuel Machado, Presidente da Associação Futebol Braga, e o prémio de Mérito e Excelência ao Professor José Ribeiro.

Os títulos nacionais e internacionais alcançados pelos clubes e atletas também foram reconhecidos pelo Município de Braga, numa Gala que se revelou transversal a todas as modalidades.

Continuar a ler

Futebol

Cristiano Ronaldo e Bernardo Silva nomeados para a Bola de Ouro

Estreia do ex-benfiquista

em

Foto: FPF / Divulgação

Os avançados portugueses Cristiano Ronaldo, vencedor da Bola de Ouro em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, e Bernardo Silva integram a lista de nomeados para o troféu que distingue o melhor futebolista mundial do ano.

O defesa holandês Virgil van Dijk, designado melhor jogador da época 2018/19 pela UEFA, também está entre os 20 candidatos já anunciados, de um total de 30, ao troféu atribuído pela revista francesa France Football.

Enquanto Cristiano Ronaldo, campeão italiano pela Juventus, foi nomeado pela 16.ª vez, Bernardo Silva, que conquistou o título inglês ao serviço dos Manchester City, estreia-se entre o lote de candidatos ao prémio de melhor futebolista mundial.

O vencedor do prémio será anunciado em 02 de dezembro.

Continuar a ler

Futebol

UEFA pune Sérvia com jogo à porta fechada por racismo no jogo com Portugal

Disciplina

em

Foto: DR / Arquivo

A UEFA puniu hoje a Sérvia a jogar o próximo jogo da fase de qualificação para o Euro2020 de futebol à porta fechada, por manifestações racistas na partida com Portugal, disputado em Belgrado, que terminou com a vitória lusa por 4-2.

Além do castigo de um jogo à porta fechada, que será cumprido na receção ao Luxemburgo a 14 de novembro, a Federação sérvia terá de pagar uma multa de 33.250 euros.

A seleção sérvia ficará ainda sujeita a um período de ‘liberdade condicional’ de um ano, a iniciar-se três dias antes de receber a Ucrânia, que já assegurou o apuramento, no último jogo do grupo B da fase de qualificação.

Esta sanção da UEFA à Servia é conhecida numa altura em que aquele organismo avalia ainda o caso dos insultos racistas de uma falange de adeptos búlgaros no jogo frente à Inglaterra, que motivou uma interrupção da partida por parte do árbitro, a qual só recomeçou depois de esse grupo de adeptos ter abandonado o estádio.

Continuar a ler

Populares