Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Mulher cai da ponte que liga Galiza a Monção e é resgatada com vida pela polícia

Agentes também estiveram com a vida em perigo

em

Foto: DR

Uma mulher de nacionalidade espanhola foi resgatada com vida do rio Minho, na madrugada da passada terça-feira, depois de ter caído de uma altura de cerca de 20 metros, de cima do tabuleiro da ponte internacional que liga Monção ao concelho de Salvaterra, na Galiza.

Debaixo de cerrado nevoeiro, dois guardas civis espanhóis lançaram-se às águas, depois de terem assistido à queda da mulher, acabando por lutar pela própria vida para a resgatar, algo que conseguiram concluir com sucesso.

Em declarações ao jornal La Voz de Galicia, um dos agentes, Javier Martín Álvarez, que presta serviço na esquadra de Salvaterra de Miño, relembrou o ato heróico em que participou com o colega, revelando que, na altura, nem mediu os perigos, tendo como único objetivo resgatar a mulher, que já se encontrava bastante exausta e em hipotermia quando foi retirada da água.

Eram cerca das 01:12 (hora espanhola) quando os agentes, que se encontravam em patrulha, foram alertados pela Comandancia de Pontevedra para o avistamento de uma mulher que estaria em cima da ponte, dando a entender que se iria atirar. Cinco minutos depois, a patrulha, que estava nas imediações, chegou ao tabuleiro e viu a mulher ainda em cima da ponte, mas esta precipitou-se e atirou-se para as águas.

Seguiram-se momentos de grande preocupação para os agentes, que rapidamente se libertaram dos coletes à prova de bala e outros utensílios do fardamento que pudessem prejudicar a ação aquática, a conseguirem chegar ao fundo do tabuleiro, junto ao rio, na margem espanhola. Pouco depois, sem conseguirem ver grande coisa por causa do nevoeiro, ouviram gritos provenientes da água, situação que foi crucial para que conseguissem encontrar a mulher, que estava a lutar contra a corrente cerca de 20 metros abaixo da ponte.  A mulher acabou por ser resgatada para terra firme e transportada para uma unidade hospitalar, onde se encontra em recuperação.

Já o agente Javier Martín recorda que, depois de terminar o serviço, os colegas começaram a mostrar-lhe os perigos por onde esteve metido para concluir este resgate, algo em que o agente confessa não ter pensado, porque o seu trabalho “é ajudar os outros”.

Precisa de ajuda?

Contacte o Serviço de Saúde Mental do Hospital da sua região – Adultos, Infância e Adolescência.

A linha SNS24 (808 242424 e www.sns24.gov.pt) e o 112 também estão disponíveis.

Entre em contacto através das Linhas de Crise e da Linha de Aconselhamento Psicológico.

Para mais informações, consulte o Plano Nacional de Prevenção do Suicídio.

Populares