Seguir o O MINHO

Ave

Mosteiro emblemático de Cabeceiras de Basto passa a estar sinalizado na A7

Turismo

em

Foto: CM Cabeceiras de Basto

O Mosteiro de S. Miguel de Refojos, em Cabeceiras de Basto, passa a partir de hoje a estar sinalizado na Autoestrada N.º 7, anunciou a autarquia.

Em investimento de 41,8 mil euros suportado pelo Orçamento Municipal, foi colocada a sinalização turístico-cultura indicativa do mosteiro beneditino em ambos os sentidos, assim como setas de direção, em ambos os sentidos, no nó de Basto, em Arco de Baúlhe.

“A sinalização turístico-cultural destina-se a dar a conhecer a todos os utilizadores da A7 a indicação sobre este imponente Mosteiro existente no concelho, colocando em evidência a sua importância e interesse”, assinala a autarquia em comunicado.

Foto: CM Cabeceiras de Basto

Foto: CM Cabeceiras de Basto

Classificado como “A Jóia do Barroco Português em Terras de Basto”, o mosteiro está localizado no centro da vila, em plena Praça da República.

Desconhece-se com precisão a origem do mosteiro, sabendo-se apenas que o primeiro documento relativo a esta infraestrutura remete à data de 1122. Em 1131, D. Afonso Henriques concedeu a carta de couto.

Em 1755, foi alvo de remodelação por parte do arquiteto bracarense André Soares, um dos mais importantes no estilo barroco português e europeu.

Mosteiro de São Miguel de Refojos. Foto: DR

Pertence ao erário público desde 1834, aquando da extinção das ordens religiosas.

É Imóvel de Interesse Público desde 31 de agosto de 1933.

Populares