Morte de trabalhador numa estufa em Esposende sem indícios de crime

Fonte da GNR aponta para “morte natural”
Foto: O MINHO / Arquivo

Não há “indícios da prática de crime” na morte do homem, de 35 anos, que foi encontrado sem vida, ontem, junto a uma estufa onde trabalhava, no concelho de Esposende.

Como O MINHO noticiou, o trabalhador, de nacionalidade estrangeira, foi encontrado morto junto a uma estufa, no final da tarde de terça-feira.

Fonte da GNR de Braga explicou que, após diligências efetuadas por elementos de investigação criminal, se concluiu “não haver indícios de crime, apontando-se que o homem tenha tido morte natural”, razão pela qual a investigação não transitou para a alçada da Polícia Judiciária (PJ).

Apesar disso, o corpo foi transportado para o Hospital de Viana do Castelo, onde vai ser autopsiado, no sentido de se perceber a causa ou as causas da morte do trabalhador.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Fão, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Viana do Castelo e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Vila do Conde.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Dois corpos encontrados no barco que naufragou ao largo da Marinha Grande

Próximo Artigo

Vitória SC campeão nacional de kickboxing

Artigos Relacionados
x