Seguir o O MINHO

Braga

“Morreu um dos maiores violadores dos direitos dos trabalhadores da nossa democracia”

em

Foto: DR/Arquivo

Paula Nogueira recorreu ao seu perfil na rede social Facebook para comentar a morte do empresário Belmiro de Azevedo. A candidata do Bloco de Esquerda à Câmara de Braga, nas últimas eleições autárquicas, defende que o seu partido deveria ter votado contra o voto de pesar, aprovado, esta quarta-feira, na Assembleia da República, com o voto contra do Partido Comunista (PCP).

“Parece que morreu um dos maiores violadores dos direitos dos trabalhadores da nossa democracia”, começa por escrever Paula Nogueira, argumentando que “nos seus hipermercados tinha o topete de perguntar às candidatas ao emprego se estavam grávidas ou tencionavam engravidar”, acrescentando que “o seu sistema de gestão passa(va) por dificultar a ida das trabalhadoras das caixas à casa de banho, por ignorar direito às pausas, por desrespeitar as horas de saída”.

Para a destacada militante do Bloco de Esquerda no concelho de Braga, nem mesmo “a criação do (jornal) Público salva um currículo de explorador”.

Belmiro de Azevedo, líder do grupo SONAE, morreu esta quarta-feira, aos 79 anos.

EM FOCO

Populares