Seguir o O MINHO

País

Morreu Freitas do Amaral, fundador do CDS

Membro de governos AD e PS

em

Foto: DR / Arquivo

Diogo Freitas do Amaral, professor universitário e um dos fundadores do CDS-PP, morreu esta quinta-feira aos 78 anos, depois de 15 dias internado no Hospital da CUF, em Cascais.

Antigo ministro dos Negócios Estrangeiros, fez parte dos governos da Aliança Democrática entre 1970 e 1983 e ainda do Governo PS, entre 2005 e 2006, depois de se ter desfiliado do CDS em 1992.

A última atividade pública do político português foi em junho deste ano, quando lançou o seu terceiro livro de memórias políticas, intitulado “Mais 35 anos de democracia – um percurso singular”, editado pela Bertrand.

Freitas do Amaral nasceu na Póvoa de Varzim, foi professor de Direito Administrativo na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Foi presidente do CDS entre 1974, ano da fundação, até 1982 e novamente entre os anos de 1988 e 1991.

Foi deputado à Assembleia da República entre 1974 e 1983 e vice-primeiro ministro e ministro da Defesa nos governos da AD.

Foi também primeiro-ministro interino durante um mês na sequência da morte de Francisco Sá Carneiro, líder da AD, em 1980.

Populares