Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Modatex dá formação em tricotagem da camisola tradicional poveira

Com polo em Barcelos

em

Foto: DR

O Modatex, Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confeção e Lanifícios, com sede no Porto, e polos em Barcelos e Vila das Aves, deu início à ação de formação ‘Tricotagem da Camisola Tradicional Poveira’, com a participação de 15 formandos. A iniciativa está inserida na modalidade de Formação Modular Certificada, tendo uma duração de 125 horas e prevendo a sua conclusão em janeiro de 2022.

De acordo com o Jornal T, da Associação Portuguesa do Têxtil e do Vestuário, os alunos vão, ao longo destes meses, confecionar a tradicional camisola poveira, que será sua propriedade no final da ação de formação. A camisola tradicional poveira bordada é tradicionalmente feita em lã branca de fio grosso, originária da região da Serra da Estrela, denominada por ‘lã poveira’ e decorada a ponto de cruz.

Os motivos bordados (de cor preta ou vermelha) são de inspiração diversa, como por exemplo, o escudo nacional, a coroa real, siglas poveiras, objetos marítimos, etc.

A peça remonta à primeira metade do século XIX e faz parte do traje masculino de romaria e da festa do pescador, sendo utilizada em momentos sociais mais solenes e considerada uma peça de distinção no seio da comunidade piscatória.

Hoje em dia, este modelo de artesanato têxtil é também visto como um artigo de moda e já pisou muitas passerelles, marcou presença regular em feiras e mereceu destaque em revistas e programas de televisão – levando aos quatro cantos do mundo o nome de Portugal. A camisola tem também sido alvo de diversas cópias, que têm pelo menos a vantagem de a colocar em destaque nos mercados internacionais.

Populares