Seguir o O MINHO

Guimarães

MIT Portugal, com sede em Guimarães, tem sete projetos de mais de 15 milhões

Massachusetts Institute of Technology

em

Foto: MIT Portugal / Twitter

O instituto MIT Portugal tem em carteira sete projetos de investigação de mais de 15 milhões de euros, nas áreas cidades sustentáveis e transformação digital, alterações climáticas e sistemas terrestres, foi hoje anunciado.


Em comunicado enviado à Lusa, o Massachusetts Institute of Technology (MIT) Portugal, que tem desde segunda-feira instalado o seu gabinete de coordenação no campus de Azurém da Universidade do Minho, em Guimarães, sublinha que o investimento decorrerá durante os próximos três anos.

Os projetos são liderados por empresas nacionais (NOS, EFACEC, Zenithwings, Ubiwhere, Stratosphere, DSTelecom e Edisoft), em parceria com instituições de investigação, universidades e o MIT – EUA.

Citado no comunicado, o diretor do MIT Portugal, Pedro Arezes, refere que estes projetos permitirão dar “um passo relevante para a internacionalização e fazer o reforço da estrutura científica e tecnológica nacional”.

Desde 2018, já foram financiados pelo MIT Portugal 42 projetos de investigação que correspondem a um investimento nacional de cerca de 28 milhões de euros.

O Programa MIT Portugal nasceu em 2006 e envolve o MIT, o Governo português, academias e centros de investigação nacionais, associações e a indústria.

Tem como objetivo impulsionar ideias inovadoras e projetos de I&D (investigação e desenvolvimento) sobre desafios complexos da sociedade e do planeta, alavancando o desenvolvimento e a competitividade económico-social de Portugal.

Para o período 2020/2023, aposta em quatro áreas: alterações climáticas, sistemas terrestres (oceanos e espaço), transformação digital e cidades sustentáveis, todas elas com abordagens e metodologias ancoradas em ciência de dados.

A sua próxima Conferência Anual ocorre em 15 de outubro, em Lisboa, com oradores de vários países.

O Programa MIT Portugal é financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

Anúncio

Guimarães

Pai e filho acusados de insolvência dolosa em Guimarães

Empresa de comércio de materiais de construção

em

Foto: DR

O Ministério Público acusa dois arguidos, pai e filho, do crime de insolvência dolosa por terem ‘desviado’ bens da empresa de materiais de construção civil de que eram proprietários antes de esta entrar em insolvência. Os arguidos geriam uma empresa com sede em Guimarães que se dedicava à comercialização de materiais de construção civil e combustíveis, tintas vernizes e produtos similares.

Em nota publica na página da Procuradoria-Geral Distrital do Porto, é referido que em junho de 2012 foi declarada a insolvência da referida sociedade, com dívidas superiores a 700 mil euros. Mas deste valor “foi apenas possível pagar uma pequena parte por não terem sido apreendidos bens suficientes”.

O Ministério Público acusa agora os arguidos de antes de apresentarem a sociedade à insolvência concretizarem “um plano que visava dissipar o património da empresa, transferindo-o para terceiros a título gratuito, ou oneroso mas ficando eles, arguidos, com o produto das vendas em vez de o integrarem na sociedade”.

Segundo o Ministério Público, em 2011, transferiram a propriedade de um veículo automóvel para a mulher de um dos arguidos e mãe do outro sem nada receberem em troca, transferiram a propriedade de vários outros veículos automóveis, de maquinaria e de um andaime para outra sociedade, também a título gratuito, e venderam a esta sociedade diversa mercadoria, pelo valor de 107 mil euros, apropriando-se deste montante.

Continuar a ler

Guimarães

Morreu antigo governador civil de Braga e histórico social-democrata de Guimarães

Fernando Alberto Ribeiro da Silva

em

Foto: DR

Morreu esta madrugada, aos 89 anos, Fernando Alberto Ribeiro da Silva, antigo governador civil de Braga e histórico militante do PSD de Guimarães.

De acordo com o Guimarães Digital, do Grupo Santiago, encontrava-se no Lar S. Francisco, onde era utente.

Fernando Alberto Matos Ribeiro da Silva era um destacado advogado de Guimarães, tendo sido deputado na Assembleia Constituinte e ocupado vários cargos de relevo de âmbito regional e nacional.

Recebeu a Comenda da Ordem de Mérito Civil, atribuída pelo Presidente da República Mário Soares, e a Ordem de Mérito do Infante D. Henrique, por Marcelo Rebelo de Sousa.

Foi agraciado com a medalha da Cidade de Guimarães em ouro.

Teve um papel essencial na decisão de construção das atuais instalações do Hospital da Senhora da Oliveira, enquanto ocupava o cargo de Governador Civil de Braga, na década de 80 do século passado.

Foi também Presidente do Conselho Consultivo do Hospital, com o qual manteve sempre uma ligação estreita, e Vitória SC, Bombeiros de Guimarães e fundador da Unidade Vimaranense.

Presidente da Câmara: “Guimarães perde um dos seus melhores”

Entretanto, o presidente da Câmara já apresentou as condolências pelo falecimento de Fernando Alberto Ribeiro da Silva.

Em comunicado, o município recorda o “destacado advogado, interventor cívico e político, figura marcante da vida vimaranense, particularmente dos anos da democracia local pós 25 de abril de 1974. Nascido no coração da cidade, frequentou o ensino primário na antiga Escola de Santa Luzia, como gostava de recordar, e o secundário no Liceu de Guimarães, tendo-se licenciado em direito na Universidade de Coimbra, e a partir daí iniciado o exercício da advocacia em Guimarães até hoje, durante cerca de 60 anos”.

“Embora pela idade e por problemas de saúde, tivesse participado menos na vida cívica local nos últimos anos, manteve sempre um acompanhamento e influência permanente, ajudando Guimarães e o Município, em diferentes momentos, com as relações que tinha criado ao longo dos anos com as principais personalidades da vida política nacional”, refere o comunicado.

“Neste momento em que Guimarães perde um dos seus melhores, um cidadão que terá sempre lugar destacado na nossa História de comunidade, o Município presta-lhe as suas maiores homenagens e apresenta à sua família e a todas as instituições que serviu, as mais sentidas condolências”, conclui a câmara.

PSD de Guimarães: “Partiu um homem bom”

Em comunicado, o PSD de Guimarães salienta que “são difíceis as palavras neste momento de enorme tristeza”, em que “partiu um homem bom, um grande Vimaranense, um cidadão de causas”.

“É um dia triste para o PSD e certamente um dia de luto para Guimarães. O Dr. Fernando Alberto marcou uma geração de Vimaranenses que abraçaram projetos fundamentais para a afirmação da nossa terra. E o seu legado marcou igualmente as gerações mais novas pelo seu exemplo de cidadania e de envolvimento com as causas comuns”, refere o comunicado.

“A fundação da Unidade Vimaranense, em que esteve particularmente envolvido e a sua passagem no Governo Civil de Braga confirmam a grandeza de um homem determinado em servir a causa pública. Mais que o fundador do PSD de Guimarães o Dr. Fernando é um exemplo de cidadania que nos inspira e que nos motiva a seguir o seu legado”, acrescenta o comunicado em que o PSD de Guimarães manifestar “profundo pesar à família”.

Distrital do PSD: “O seu exemplo perdurará na memória de todos”

A Distrital do PSD de Braga, em comunicado, manifestou “o seu pesar pelo falecimento do histórico militante, Fernando Alberto Ribeiro da Silva, endossando os pêsames à sua família”.

“Ao longo da sua vida Fernando Alberto Ribeiro da Silva foi de uma dedicação extrema no serviço à sociedade, pelo que esta é uma perda enorme para todos. Certamente que o seu exemplo perdurará na memória de todos”, realça o comunicado.

Notícia atualizada às 12h48 com reação da câmara e às 14h41 com reações do PSD distrital e local.

Continuar a ler

Guimarães

Três turmas em isolamento numa escola de Guimarães

Covid-19

em

Foto: DR

Três turmas da EB 2,3 D. Afonso Henriques, em Guimarães, estão em isolamento profilático depois de alunos terem testado positivo à covid-19.

De acordo com o Guimarães Digital, do Grupo Santiago, os alunos estão a ter aulas a partir de casa, enquanto a maior parte espera pela testagem levada a cabo pelas autoridades de saúde.

Ainda segundo a mesma fonte, também cinco professores estão em isolamento depois de um docente ter testado positivo ao novo coronavírus.

Continuar a ler

Populares