Seguir o O MINHO

País

Ministra apela para cumprimento de medidas e reitera confiança na vacinas

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A ministra da Saúde voltou a apelar para o cumprimento das medidas de prevenção contra a covid-19, sublinhando que a mobilidade está a aumentar e o teletrabalho a diminuir, e reiterou a confiança nas vacinas.

Em declarações após a reunião de especialistas que hoje decorreu no Infarmed, Marta Temido lembrou que, não obstante o processo de desconfinamento ter começado há menos de 15 dias e estar ainda na primeira fase, a mobilidade está a aumentar e há uma menor utilização do teletrabalho.

Marta Temido insistiu para que, sempre que possível, se continue a optar “pelo teletrabalho e pela restrição dos contactos sociais ao mínimo indispensável”.

“O vírus continua a estar presente no espaço europeu”, afirmou, frisando que, por isso, não podem ser aliviadas as medidas de prevenção.

Questionada sobre a paragem na vacinação com a vacina da AstraZeneca, a ministra sublinhou que se tratou de “uma pausa” e não de “uma suspensão”, reiterando a confiança nas vacinas.

“Qualquer vacina, ou qualquer medicamento, passa por uma avaliação da agência europeia do medicamento [EMA] que tem décadas de trabalho confiável e transparente”, afirmou a governante, lembrando que o que Portugal fez foi seguir as recomendações da EMA.

“As vacinas são seguras. Têm, como qualquer medicamento, um contexto de indicações e restrições e os países têm de as seguir”, afirmou.

Populares