Seguir o O MINHO

Alto Minho

Minhotos e galegos protestam pela abertura da fronteira de S. Gregório em Melgaço

S. Gregório

em

Foto: Redes sociais

Dezenas de cidadãos portugueses e espanhóis estão, desde o início desta manhã de sábado, a protestar junto à fronteira de S. Gregório, em Melgaço, pela reabertura à circulação daquele espaço em forma de Ponto Autorizado de Passagem.

População de Cristoval (Melgaço) e de Pontebarxas (Galiza) estão desde as 09:00 desta manhã naquele ponto de passagem, levando já à deslocação de militares da GNR para o terreno, incluindo da Guarda Civil.

Manoel Batista, presidente da Câmara de Melgaço, em declarações ao jornal A Voz de Melgaço, diz não fazer sentido esta fronteira “estar fechada”. “Não é resposta à questão da saúde pública. Atropela os direitos dos trabalhadores transfronteiriços e os interesses das empresas que estão na zona de fronteira e precisam de fazer circular as mercadorias”, disse o autarca àquele jornal.

O edil aponta que, “no caso de não se poder abrir a fronteira na totalidade, pelo menos que em cada município exista uma passagem de fronteira”, e assinala S. Gregório como ponto essencial de passagem, mas também a fronteira de Ameijoeira, em Castro Laboreiro.

Populares