Seguir o O MINHO

Região

Minho tem 12 milhões de euros de fundos europeus para combater insucesso escolar

em

A Autoridade de Gestão do programa Norte 2020 divulgou esta quinta-feira ter lançado a concurso cerca de 44 milhões de euros de fundos comunitários, 12,2 dos quais destinados às Comunidades Intermunicipais do Minho, para apoiar ações de combate ao insucesso escolar da região.

“O Norte 2020 afetou 44 milhões de Euros em dois novos convites dirigidos aos municípios, às Comunidades Intermunicipais [CIM] e à Área Metropolitana do Porto [AMP], para o financiamento de ações que combatam o insucesso escolar”, refere hoje em comunicado a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), responsável pela gestão do programa

De acordo com a CCDR-N, o montante, proveniente do Fundo Social Europeu (FSE), deverá “ser aplicado em ações que tenham como destinatários alunos da educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário do Norte de Portugal e que abranjam, por exemplo, o trabalho de equipas multidisciplinares, ações de intercâmbio e boas práticas, ações de enriquecimento curricular, de envolvimento e formação parental e concursos escolares de promoção do conhecimento”.

Este apoio deverá ainda “contribuir para atingir as metas do Plano Nacional de Reformas, do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar e do Portugal 2020, que preveem a redução de 10% da taxa de abandono escolar precoce até 2020”.

Seguem-se as CIM do Tâmega e Sousa com 6,7 milhões de euros, Douro com 6,3 milhões de euros, Ave com 4,9 milhões, Alto Tâmega com 4,3 milhões, Alto Minho com 3,7 milhões e Cávado com 3,6 milhões de euros.

O concurso tem como objetivo específico “promover a melhoria do sucesso educativo dos alunos, reduzindo as saídas precoces do sistema educativo, combatendo o insucesso escolar e reforçando as medidas que promovem a equidade no acesso à educação básica e secundária”.

Gerido pela CCDR-N, e aprovado em dezembro de 2014, o programa Norte 2020 conta com 3,4 mil milhões de euros de verbas comunitárias, sendo que quase metade do valor (1,26 mil milhões de euros) se destina à competitividade de micro e pequenas empresas da região.

No início de novembro, o presidente da CCDR-N divulgou que o programa já tinha recebido 9.100 candidaturas em dois anos, cerca de metade das submetidas durante os seis anos do anterior quadro comunitário.

Dados de 30 de setembro revelavam terem sido até então sido aprovados mais de 600 milhões de euros do Norte 2020, metade dos quais destinados a cerca de mil projetos com origem na Área Metropolitana do Porto.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Educação. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Populares