Seguir o O MINHO

Ave

Militantes do PS de Cabeceiras de Basto querem unir o partido para vencer em 2025

À semelhança de Fafe e Vizela

em

Foto: PS Cabeceiras de Basto / Arquivo

Um grupo de militantes socialistas de Cabeceiras de Basto uniu-se no sentido de promover uma lista de consenso para as eleições internas de fevereiro de 2022.

Francisco Pereira, que representa o grupo disse a O MINHO que se pretende unir o partido, tal como foi feito em Fafe e em Vizela: “Já comuniquei a ideia numa reunião da Secção, a que não pertenço, mas a quem pedi para intervir”.

Os militantes têm em conta a necessidade de preparar atos eleitorais futuros, quer municipais, quer nacionais e pretendem apoiar o atual autarca, Francisco Alves e relançar o partido no concelho com base no legado do ex-presidente da Câmara, Joaquim Barreto, que é o presidente da Federação de Braga dos socialistas.

“O PS perdeu a maioria na Câmara e mesmo na Assembleia Municipal só tem um voto a mais. Queremos consenso no partido para recuperar a maioria em 2025”, disse.

Francisco Pereira diz que a tarefa do grupo, em colaboração com os órgãos locais do partido, é a de encontrar uma figura consensual, capaz de unir os socialistas e de se abrir à sociedade civil, ouvindo as pessoas e as suas instituições”.

Populares