Milionário egípcio já não vai investir 2 milhões em infraestruturas no Vitória

O fundo V Sports, detido pelo milionário egípcio Nassef Sawiris, abdicou do investimento de dois milhões de euros em infraestruturas no Vitória SC, da I Liga portuguesa de futebol, após ter reduzido a participação no capital da SAD de 46% para 29%.

Os minhotos informaram hoje que o fundo detentor dos ingleses do Aston Villa está “impedido” de realizar o investimento, depois de, na quinta-feira, terem confirmado que os proprietários do fundo, Nassef Sawiris e Wesley Edens, deixaram os lugares para que foram eleitos no conselho de administração da SAD vitoriana.

“Estando o V Sports impedida de efetuar o investimento de dois milhões de euros em infraestruturas do clube, este compromisso será assumido pela Vitória Sport Clube, Futebol SAD”, lê-se no comunicado emitido pelos vimaranenses no sítio oficial.

A alteração face ao negócio aprovado pelos sócios do Vitória em 03 de março, numa assembleia geral, ocorre depois de o V Sports ter reduzido a participação na SAD de 46% para 29% e de o clube de Guimarães acionar o direito de preferência para a recompra das participações do fundo, passando “a usufruir de uma maioria qualificada (67,87%)” no capital social, prossegue o comunicado.

O Vitória SC informa ainda que o V Sports acordou pagar o valor inicialmente definido nesse negócio, de 5,5 milhões, apesar de ficar com uma menor percentagem de ações e que os substitutos de Nassef Sawiris e Wesley Edens vão ser “cooptados pela administração da SAD”, agora composta pelo presidente do clube, António Miguel Cardoso, e pelos vice-presidentes Nuno Leite e José Eduardo Viamonte.

As alterações ocorrem depois de uma reunião entre a UEFA, o fundo, o Aston Villa e o Vitória, dois clubes que competem na edição 2023/24 da Liga Conferência Europa, “no sentido de ajustar posições sociais em estrito cumprimento do Regulamento das Competições da UEFA, o qual já contempla novas diretrizes”, acrescenta a nota.

“Qualquer alteração normativa da UEFA estava já pré-estabelecida no acordo entre as partes, pelo que ambas as sociedades estavam obrigadas a um ajustamento perante mudanças regulamentares emanadas pela entidade que superintende o futebol europeu. Em razão desta alteração, o Vsports e o Vitória Sport Clube decidiram, por acordo mútuo, reformular a estrutura de governação da Vitória Sport Clube, Futebol SAD”, referem ainda os vimaranenses.

O emblema minhoto informa ainda que, face às mudanças regulamentares da UEFA, vai ter de rever os estatutos da SAD.

Detentor de uma fortuna avaliada em 6,3 mil milhões de euros, que lhe vale o 354.º lugar entre as pessoas mais ricas do mundo, segundo dados de hoje da revista Forbes, o egípcio Nassef Sawiris detém ainda quase 6% das ações da Adidas e de 5% da Madison Square Garden Sports, proprietária das equipas New York Knicks, de basquetebol (NBA), e New York Rangers, de hóquei no gelo (NHL).

O norte-americano Wesley Edens detém uma fortuna avaliada em 3,1 mil milhões de euros segundo a mesma publicação norte-americana, ocupa a posição 868 na hierarquia das pessoas mais ricas no mundo e é coproprietário da equipa de basquetebol Milwaukee Bucks (NBA) desde 2014.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Quatro bombeiros feridos em incêndio florestal em Vila Verde

Próximo Artigo

Beto, ex-SC Braga, 'pendura as luvas' aos 41 anos

Artigos Relacionados
x