Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Milhares de títulos, novidades literárias e verdadeiros achados na Feira do Livro de Ponte de Lima

Certame decorre até domingo

em

Foto: DR

De regresso a Ponte de Lima, a Feira do Livro volta a abrir, hoje, as portas do Pavilhão de Feiras e Exposições, até ao dia 21 de julho de 2019, para a sua 24ª Edição.

Promoções especiais, novidades, livros em segunda mão, e verdadeiros achados. Há muito por onde escolher no maior evento dedicado ao livro e ao negócio livreiro do Concelho. A iniciativa com entrada gratuita, arranca com apresentações de livros, com conversas com autores e encontros de escritores. Sem esquecer as sessões de histórias, os concertos literários, os ateliês e oficinas, assim como os insufláveis.

Com algumas novidades e um novo recorde no número de expositores e editoras, a Feira regista milhares de títulos.

O primeiro dia da Feira abre às 10:00, sendo que a inauguração oficial, se prevê para as 18:30 com a presença do Edil Limiano, seguida por um verde literário.

AMFF in Concert 2019, o concerto pela Academia de Música Fernandes Fão, inicia às 22:30 e encerra o primeiro dia de feira, cujo horário se estende das 10:00 às 12:00, e das 14:00 às 24:00.

Os dias de sexta e de sábado dividem-se segundo o mesmo horário, das 10:00 às 13:00, das 14:00 às 19:30 e das 21:00 à 01:00, contemplando um programa semelhante, com destaque para a sessão no âmbito do projeto BiblioSénior, para II Encontro de Autores da Associação de Escritores, Jornalistas e Produtores Culturais de Ponte de Lima (AEJPCPL), e para a Tertúlia: Parentalidade, Literatura e Emoções.

Destaquem-se ainda as várias apresentações de livros, sem esquecer, às 22:30 de sexta-feira, a noite de Fado, com Deolinda Leones, e sábado, o espetáculo musical com ConecSom, pela mesma hora. O dia de encerramento da 24ª Edição da Feira do Livro de Ponte de Lima é marcado pelo Espetáculo de Ballet e Danças Urbanas “Quatro Estações”, por Pezinhos de Lã, às 14:00.

O evento de longa tradição, deve a sua organização ao Município de Ponte de Lima, estando a cargo da Biblioteca Municipal, em parceria com a livraria local “União”, que representa mais de 100 editoras nacionais.

Em colaboração estão também outras instituições locais e regionais como a Universidade Aberta, a Universidade Fernando Pessoa, o Centro de Estudos Regionais (CER), o Centro de Informação Europe Direct do Minho (CIED Minho), a Associação Limiana dos Amigos dos Animais de Rua (ALAAR) e a Associação de Escritores, Jornalistas e Produtores Culturais de Ponte de Lima (AEJPCPL).

Anúncio

Ponte de Lima

Incêndio destrói parte de churrasqueira em Ponte de Lima

Em Anais

em

Foto: Pedro Antunes Pereira / O MINHO

Um espaço de churrasqueira, situado no restaurante “O Moinho”, em Anais, Ponte de Lima, foi atingido pelas chamas, ao início da madrugada deste sábado, destruindo parcialmente a estrutura. O alerta foi dado cerca das 23h50.

Foto: Pedro Antunes Pereira / O MINHO

Desconhece-se a origem do fogo que debelou apenas naquele compartimento anexo ao restaurante.

Foto: Pedro Antunes Pereira / O MINHO

No local estiveram perto de 30 operacionais das corporações de Ponte de Lima e Vila Verde, com vários veículos de combate a incêndios e ambulâncias.

Apesar do aparato, não há registo de feridos.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Antiga escola primária em Ponte de Lima transformada em centro cultural e comunitário

Investimento de cerca de 400 mil euros

em

Foto: Google Maps

A antiga escola primária da freguesia de Anais, em Ponte de Lima, vai ser transformada em centro cultural e comunitário num investimento de cerca de 400 mil euros, informou esta sexta-feira a Câmara local.

Em comunicado, a autarquia do distrito de Viana do Castelo adiantou que o auto de consignação da empreitada vai ser assinado no dia 18, na antiga escola primária de Anais.

O objetivo do investimento de 376.632 euros (+ IVA a 6%), passa pela “criação de um equipamento que reúna no mesmo espaço diversas valências e que responda às exigências atuais ao nível do conforto térmico, e do cumprimento da legislação em vigor, em termos de acessibilidades e segurança contra incêndios”.

A proposta de intervenção “visa recuperar o imóvel para fins culturais, recreativos e de associativismo, fazendo alterações significativas ao nível da compartimentação interior e da requalificação da cobertura”.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Ponte de Lima investiu mais de um milhão e meio nas escolas do concelho

Assinado auto de consignação para os arranjos exteriores da Escola Básica 2,3 de Arcozelo

em

José Manuel Carpinteira (à frente, à esquerda), deputado do PS eleito pelo distrito de Viana do Castelo, acompanhou Tiago Brandão Rodrigues. Foto: Facebook de José Manuel Carpinteira

O Município de Ponte de Lima procedeu à assinatura do Auto de Consignação da Empreitada de arranjos exteriores da Escola Básica 2,3 de Arcozelo, anunciou, esta terça-feira, a autarquia.

Nas palavras do diretor deste agrupamento, professor Manuel Amorim, nesta obra “o que está em questão é a segurança, não só dos alunos, mas de todos os utentes que passam na via”.

“Esta escola, sede de agrupamento tem cerca de 550 alunos, a frequentar desde o 5.º até ao 12.º ano. Na escola de primeiro ciclo, [contam-se] cerca de 200 alunos. [Sendo que] a cerca de 500 metros existe ainda o jardim de infância, integrado também neste centro educativo”, revela o professor, acrescentando que “na globalidade, na margem direita do Lima, todas as escolas do concelho sediadas no agrupamento de Arcozelo, têm uma cobertura de cerca de 1.100 alunos”.

Auto de consignação dos arranjos exteriores da EB 2,3 de Arcozelo, em Ponte de Lima. Foto: Divulgação

O diretor do agrupamento ressalva desta forma a noção que, “no dia-a-dia, e de imediato, irão beneficiar destas novas condições, entre 700 e 750 alunos”, sendo que “a médio e longo prazo mais alunos constituirão corpo discente que virá a beneficiar destas condições”.

Por sua vez, o presidente da Câmara de Ponte de Lima, Victor Mendes, tratou de sublinhar o facto de que “a direção do agrupamento considerou desde há já algum tempo, que era importante fazer uma alteração nesta matéria [de segurança rodoviária, em contexto escolar]”, esta constatação “obriga a um investimento na ordem dos 86 mil euros, exatamente para dar mais conforto, e acima de tudo garantir as condições de segurança dos nossos alunos”.

“Com o objetivo de melhorar significativamente a segurança para esta comunidade educativa”, a obra tem início previsto no início do ano de 2020, e prazo de execução 60 dias.

Nas palavras do autarca “o investimento na requalificação do Parque Escolar, nos últimos anos correspondeu a cerca de um milhão e meio de euros”, e neste sentido “vamos continuar a trabalhar para fazer um investimento significativo, quer em Arcozelo, quer nos outros três agrupamentos, nomeadamente no segundo e terceiro ciclo para a requalificação e modernização dos equipamentos, quer seja de apoio, quer seja do ponto de vista da inovação tecnológica”.

De referir que, nos quatro agrupamentos, desde 2005 “o investimento no reordenamento do pré-escolar e primeiro ciclo foi de cerca de 27 milhões de euros, (…) se acrescentarmos este investimento que fizermos, mais o [investimento feito no] segundo e terceiro ciclo, e no secundário, com a requalificação da escola secundária da Parque Escolar, o investimento ascende a cerca de 42 milhões”, confirmou o edil limiano.

Continuar a ler

Populares