Milhão e Numeiro ‘partem’ a internet

Imagem: CdK / YouTube

O empresário Miguel Milhão, natural de Vila Verde e filho do antigo presidente do clube Vilaverdense, Eduardo Milhão, convidou o ‘youtuber’ barcelense João Barbosa, mais conhecido como Numeiro, para o seu mais recente episódio de podcast CdK, transmitido esta quarta-feira à noite na plataforma YouTube.

Durante o programa, que decorreu durante duas horas e meia e conta já com mais de 70 mil visualizações em menos de 24 horas, o fundador da Prozis chegou a ter mais de 7.000 pessoas em simultâneo a assistir à emissão, algo muito acima dos padrões habituais para a plataforma em Portugal.

No episódio, João Barbosa revela que está a preparar a sua viagem para o Dubai onde pretende ficar a residir durante os próximos tempos, possivelmente para produzir conteúdo naquele país, mostrando-se insatisfeito com as limitações de Portugal onde, afirma, “não dá para ganhar dinheiro a sério”.

Numeiro, de 25 anos, contou também o percurso que o levou a conseguir viver apenas dos rendimentos como ‘youtuber’ e ‘influencer’, lembrando quando recebeu 500 euros para fazer duas publicações patrocinadas para a Coca Cola no seu Instagram. “A partir daí comecei a receber 300 euros por mês com os vídeos no Youtube, depois comecei a fazer algumas presenças [em eventos], a ganhar mais algum, e ao fim do primeiro ano foi tudo melhorando, passo a passo”.

Lembrou também que, mal conseguiu juntar dinheiro, comprou o seu primeiro carro, um Jaguar V8, laranja, em 2019, que servia também para impulsionar o seu canal na plataforma: “A audiência começou a crescer, as pessoas diziam que eu estava rico, o carro deu-me outra credibilidade, és um puto estúpido no YouTube mas já passas a ser um puto estúpido com dinheiro”.

A terminar, o barcelense abordou ainda o espectro político e mostrou-se agradado com o papel do partido Chega na sociedade, mas diz que na altura das eleições não estará em Portugal para votar. Milhão concordou com o ponto de vista mais conservador, mas distanciou-se do partido apontado por Numeiro, reafirmando ter umas ideias “mais liberais” em termos da Economia e também em relação à imigração.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

"Acordo da água" em Barcelos tem visto prévio do Tribunal de Contas

Próximo Artigo

Ex-presidente da Câmara de Vizela acusado por dar obras ao mesmo empreiteiro sem concurso

Artigos Relacionados
x