Seguir o O MINHO

Ave

Metalomecânica acentua tendência de crescimento em Famalicão

Economia

em

Foto: Divulgação / Famalicão Made IN

O volume de negócios da indústria metalomecânica cresceu 17% em Vila Nova de Famalicão, acima dos 312 milhões de euros, informou hoje o Famalicão MadeIN.


Dados macroeconómicos
• Número de Pessoas ao Serviço: 3.031
• Número de Empresas: 288
• Volume de Negócios: 312 M€
• Volume de Exportações: 171 M€
• Valor Acrescentado Bruto (VAB): 107 M€

De acordo com aquela agência de investimento da autarquia, trata-se de “um crescimento superior a dois dígitos, em linha com a tendência dos últimos anos, e que atesta o peso cada vez mais significativo do setor na economia do concelho. Resulta, aliás, da aposta numa estratégia de expansão e modernização da capacidade instalada em infraestruturas e tecnologia de vanguarda, que tem sido decisiva para a afirmação da indústria metalomecânica famalicense no plano nacional e internacional”.

De acordo com a fonte, a robustez do setor encontra também leitura no valor acrescentado bruto, que cresceu 14%, para os 107 milhões de euros, de acordo com os mais recentes dados macroeconómicos divulgados pelo INE, no Anuário Estatístico Regional 2018, bem como no número de empresas existentes no concelho (288 contra 286) e no número de pessoas ao serviço (3031 contra 2782), um aumento de 9%.

Quanto às exportações, há a registar um ligeiro decréscimo para os 171 milhões de euros (face aos 174 milhões em 2017), correspondendo a 8% do total das exportações do concelho, sendo Espanha (23%), França (21%), Alemanha (9%) e EUA (6%) os principais mercados das vendas internacionais.

“Em Vila Nova de Famalicão, empresas de dimensão mundial produzem o que outras não são capazes. Vantagem competitiva em todo o mundo e aspeto altamente diferenciador é precisamente o que estas empresas conquistam ao produzirem máquinas para setores tão diversos como o têxtil, naval, militar, químico, petrolífero e automóvel, entre outros”, destaca o Famalicão MadeIN.

Anúncio

Ave

Cinco detidos durante jogo de poker dentro de um café em Fafe

Jogo ilegal

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Cinco pessoas foram detidas pela GNR, na madrugada de sábado, por jogo ilegal dentro de um estabelecimento comercial em Fafe.

Ao que apurou O MINHO, os detidos são quatro indivíduos que jogavam poker a dinheiro e o proprietário do estabelecimento.

Para além das detenções, os militares apreenderam cerca de 1.500 euros em dinheiro que estaria a ser utilizado para o jogo em causa.

Os jogos de fortuna ou azar a envolver dinheiro não são permitidos. De acordo com o artigo 3 da Lei do Jogo, “a exploração e a prática dos jogos de fortuna ou azar só são permitidas nos casinos existentes em zonas de jogo permanente ou temporário criadas por decreto-lei”.

Os cinco visados foram constituídos arguidos e restituídos à liberdade.

Continuar a ler

Ave

Homem atingido a tiro após discussão em Celorico de Basto. Ex-GNR foi detido

Crime

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem, com cerca de 35 anos, foi atingido a tiro de pistola durante uma confusão entre vizinhos, esta noite, em Celorico de Basto.

De acordo com Fernando Gomes, comandante dos Bombeiros Celoricenses, o homem terá sido atingido na zona do abdómen, ficando com ferimentos graves.

Ao que apurou O MINHO, militares da GNR procederam à detenção do alegado autor do disparo, um vizinho e ex-militar daquela guarda.

A situação ocorreu num prédio na Avenida João Pinto Ribeiro, em Britelo, centro da vila de Celorico de Basto.

A vítima foi assistida no local pelos Bombeiros Celoricenses e pela equipa médica da VMER de Vale do Sousa.

Foi transportada para o Hospital de Penafiel em estado grave.

Continuar a ler

Guimarães

Mulher encontrada cadáver e em estado de decomposição em Guimarães

Óbito

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

O cadáver de uma mulher de 81 anos foi encontrado em estado de decomposição dentro de uma habitação, esta tarde de domingo, na cidade de Guimarães.

Ao que apurou O MINHO, a mulher estaria há, pelo menos, mais de 24 horas em estado de óbito dentro da residência situada na Rua Alexandre Herculano, em Azurém.

Desconhece-se os motivos do óbito mas tudo indica que tenha sido acometida de uma doença súbita.

O alerta foi dado para a PSP de Guimarães que solicitou a presença dos bombeiros.

No local esteve a PSP e quatro elementos dos Bombeiros de Guimarães com duas viaturas.

O corpo da vítima foi transportado para o gabinete médico-legal do Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães.

Desconhece-se se a vítima morava sozinha.

Continuar a ler

Populares