Seguir o O MINHO

País

Meta dos 85% da vacinação atingida “nos últimos dias do mês”

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

A task force que coordena o processo de vacinação confirmou hoje que o objetivo de ter 85% da população totalmente vacinada contra a covid-19 deve ser alcançado nos últimos dias deste mês.

“Estima-se que se alcance a meta dos 85% da população com vacinação completa nos últimos dias do presente mês”, adiantou à Lusa a estrutura liderada pelo vice-almirante Henrique Gouveia e Melo.

A vacinação completa de 85% dos residentes em Portugal constitui a referência definida pelo Governo para avançar para a terceira e última fase do plano de alívio das restrições impostas para controlar a pandemia.

O primeiro-ministro prepara-se para anunciar na quinta-feira o levantamento de um conjunto de restrições que vigoraram por causa da covid-19, com efeitos a partir de 01 de outubro para evitar “confusão” com as eleições autárquicas de domingo.

“Há condições sanitárias para avançarmos com confiança para a nova fase prevista desde julho no plano do Governo, mas não queremos qualquer acusação de eleitoralismo”, declarou à agência Lusa um membro do executivo, depois de questionado sobre a razão de as medidas de alívio a aprovar em Conselho de Ministros não entrarem em vigor já às 00:00 de sábado, mas apenas em 01 de outubro.

Na última quinta-feira, na reunião do Infarmed que juntou especialistas e políticos, Gouveia e Melo adiantou que estariam por vacinar cerca de 400 mil pessoas no país, das quais 150 mil recuperadas [da infeção] e ainda não elegíveis para serem imunizadas contra o vírus SARS-CoV-2.

Segundo os dados de terça-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS), mais de 8,5 milhões de pessoas já têm a vacinação completa contra a covid-19, o que faz com que Portugal esteja a dois pontos percentuais de atingir a meta dos 85%.

O relatório semanal da DGS indica que 83% da população concluiu a vacinação contra o vírus SARS-CoV-2 e 86% – quase 8,9 milhões de pessoas — já tem pelo menos uma dose da vacina.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.933 pessoas e foram contabilizados 1.063.991 casos de infeção confirmados, segundo dados da DGS.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

Populares