Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Braga

Mesmo com a pandemia, mercado abastecedor de Braga cresce 22,5%

Economia

em

Foto: MARB

A MARB, SA – Centro Logístico do Minho, empresa pública que conta entre os seus acionistas a Câmara de Braga, reforçou, no segundo trimestre de 2020, a margem líquida sobre os rendimentos operacionais em 30%, com um aumento de 22,5% relativamente ao mesmo período de 2019.

Em 2019, bem como ao longo dos últimos quatro anos, a sua rentabilidade e a solidez da sua estrutura financeira, com um volume de negócios de mais 38%, um resultado líquido recorrente acima dos 768%, um EBITDA recorrente reforçado em 294% e a redução da sua dívida financeira líquida em 2%.

O segundo trimestre de 2020 fica assinalado com um resultado líquido de 151,1 milhares de euros, correspondendo a uma margem líquida sobre os rendimentos operacionais de 30%, superior ao período homólogo do ano anterior, em 22,5%, e acima do PAO2T20, em 4,4%, apresentando uma rendibilidade do capital próprio (anualizada) de 8,1%.

Para a evolução da rentabilidade operacional contribuiu, maioritariamente o aumento do volume de negócios em 87,6 m€ (+22,1%), impulsionado pelo aumento das taxas de utilização, que crescem 86,6 m€ (+24,3%), refletindo o início da atividade do novo entreposto logístico. Destaque também para a redução da dívida financeira líquida em 3,3%.

Os dados referentes ao segundo trimestre deste ano do maior centro de logística e de distribuição alimentar que privilegia os distritos Norte do país e a zona da Galiza, e que incluem o período em que o mundo enfrenta a pandemia mundial relacionada com a covid-19, mostram uma melhoria significativa dos resultados da MARB, SA, quando comparados ao período homólogo do último ano.

Em relação aos dados do último relatório e contas referente a 2019 o destaque vai para um resultado líquido positivo de 234,7 milhares de euros, valor superior ao registado no ano 2018 em 51,3 milhares de euros (+28%).

Populares