Seguir o O MINHO

Alto Minho

Megaoperação anti-droga da GNR faz detidos em Valença, Monção, Melgaço e Cerveira

Tráfico de droga

em

Foto: Divulgação / GNR

Três homens e uma mulher foram detidos na segunda-feira, nos concelhos de Valença, Monção, Melgaço e Cerveira, por suspeitas de tráfico de estupefacientes, foi hoje anunciado.

Os arguidos, com idades compreendidas entre os 42 e os 50 anos, foram detidos por militares do Núcleo de Investigação Criminal  de Valença, na posse de centenas de doses de droga e armas ilegais.

A detenção ocorreu após uma investigação que durava há sete meses, culminando no cumprimento de dezasseis mandados de busca, oito domiciliárias e oito em veículos, que levaram à detenção dos suspeitos.

Entre o material apreendido encontram-se 204 doses de liamba, 187 doses de haxixe, 45 doses de heroína, 40 doses de cocaína, nove doses de MDMA, uma pistola de calibre 6.35 mm, uma pistola de calibre .22, uma pistola de alarme, uma pistola de ar comprimido, diversas munições de diferentes calibres e peças de armamento, duas armas brancas, 13.450 euros em numerário, três balanças de precisão, cinco telemóveis, três televisores, dois anéis de ouro e um motociclo.

Os detidos foram constituídos arguidos, sendo que dois permanecem nas instalações da Guarda para serem presentes amanhã, dia 17 de fevereiro, ao Tribunal Judicial de Viana do Castelo.

No decorrer desta ação foram ainda identificados dois homens de 43 e 48 anos.

Esta ação, para além do efetivo do Comando Territorial de Viana do Castelo, contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) de Braga, do Grupo de Intervenção de Operações Especiais (GIOE) e do Grupo de Intervenção de Ordem Pública (GIOP) da Unidade de Intervenção (UI).

Populares