Seguir o O MINHO

Barcelos

MAS promove concentração para exigir novo hospital em Barcelos

Este sábado

em

Foto: DR

O Movimento Alternativa Socialista (MAS) promove no sábado uma concentração em Barcelos para exigir a construção de um novo hospital na cidade, considerando que se trata de uma obra “sistematicamente adiada”.

Segundo o MAS, as promessas feitas em ano de eleições “rapidamente são esquecidas, depois de conquistados os votos”.

“Há mais de 10 anos que foi assinado um protocolo para a construção de um novo hospital, mas pouco depois o processo foi metido na gaveta, até hoje, por alegada falta de verbas”, disse à Lusa o responsável do MAS em Barcelos.

Segundo Vasco Santos, o argumento da falta de dinheiro “não colhe”.

“Se há dinheiro para os bancos, terá também de haver dinheiro para o Serviço Nacional de Saúde SNS”, referiu.

Disse que o hospital de Barcelos é “o mais pequeno” do SNS e já não reúne “condições mínimas” para corresponder às necessidades da população que serve.

Sublinhou que só o esforço e o empenho dos trabalhadores é que tem evitado “males maiores”.

“Barcelos precisa de um novo hospital e é mais que tempo de passar das palavras aos atos”, reclamou o dirigente do MAS.

A concentração está marcada para as 15:30, no Campo da Feira, fronteiro ao atual Hospital de Barcelos.

A funcionar num edifício propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, o hospital dá resposta a 154 mil habitantes daquele concelho e de Esposende.

Em 2007, o Governo e a Câmara de Barcelos assinaram um protocolo para a construção do novo hospital daquela cidade.

Segundo o protocolo, à Câmara caberia adquirir os terrenos necessários para o efeito.

O projeto do hospital seria depois apresentado publicamente pelo então secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro.

No entanto, o processo nunca saiu da gaveta.

Populares