Marítimo acredita que pode “quebrar” sequência de bons resultados do Gil Vicente

I Liga

O treinador do Marítimo, Vasco Seabra, disse hoje que acredita que a equipa pode “quebrar” a sequência de bons resultados do Gil Vicente, no jogo da 27.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, em Barcelos.

“Aquilo que sentimos enquanto Marítimo é que temos de ser altamente capazes para percebermos que vamos defrontar uma equipa que está serena e confiante, mas que ao mesmo tempo vem de uma sequência tão grande [de bons resultados] que nós sentimos que a qualquer momento vamos poder quebrá-la”, afirmou o treinador de 38 anos, na antevisão à partida que será disputada no domingo.

Vasco Seabra garante que o encontro terá duas equipas “com uma vontade muito grande de jogar para ganhar”, seja o Marítimo para regressar às vitórias ou o Gil Vicente com a hipótese de poder ‘tomar de assalto’ o quarto lugar da I Liga, que se encontra à distância de um ponto, ocupado pelo Sporting de Braga.

“Não somos uma equipa que nos escondemos do jogo, nem de ficar na expectativa, somos uma equipa de pressionar, de querer ter a bola. Do outro lado, sentimos que vai ter exatamente o mesmo padrão, por isso, sentimos que vai ser um jogo muito dividido”, destacou o ‘timoneiro’ dos insulares.

O técnico ‘verde rubro’ teceu elogios ao Gil Vicente, uma “das melhores equipas do campeonato, com dimensão coletiva, que procura sempre muito a posse e desbloquear na primeira fase”, sendo, igualmente, muito agressiva no último terço.

Sobre Ricardo Soares, técnico da formação que ainda não conheceu o sabor da derrota em 2022, Vasco Seabra disse que se trata de “um excelente treinador”, e que do outro lado estará “uma equipa completa”.

Sobre a euforia que rodeia a equipa sensação da presente edição da I Liga, Vasco Seabra garante que “se traduz em confiança redobrada”.

Já em relação a uma possível alteração tática diante dos ‘galos’, o treinador maritimista sublinhou que quer deixar o colega de profissão “na dúvida”, mas acabou por afirmar que a utilização de dois avançados “acaba por fixar mais a linha defensiva do adversário”.

“Independentemente da forma de jogar, sabemos que vamos querer dar uma resposta com mais critério do que aquilo que demos no último jogo e voltarmos a focarmo-nos naquilo que são os nossos comportamentos e as nossas tarefas”, destacou o técnico natural de Paços de Ferreira.

O técnico adiantou ainda que os ‘leões do Almirante Reis’ têm de estar “no limite muito forte de trabalho e capacidade de pressionar”, porque estarão perante um adversário que os vai obrigar a correr muito.

O Marítimo, oitavo classificado, com 32 pontos, visita o Gil Vicente, que ocupa a quinta posição, com 45, no domingo, às 15:30, em partida da 27.ª jornada da I Liga de futebol, que conta com arbitragem de Cláudio Pereira, da associação de Aveiro.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

30 alunos portugueses vão ser astronautas por um dia (e experimentar gravidade zero)

Próximo Artigo

Carvalhal quer "duas noites à Braga" para eliminar Rangers na Liga Europa

Artigos Relacionados
x