Seguir o O MINHO

Alto Minho

Marina Gonçalves, de Caminha, eleita vice-presidente do grupo parlamentar do PS

Hugo Pires, de Braga, também foi eleito

em

Foto: Facebook de Marina Gonçalves

Marina Gonçalves, deputada socialista eleita pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo, assume a partir desta sexta-feira, lugar de destaque na Assembleia da República ao ser eleita como vice-presidente da bancada do Partido Socialista (PS).


A jurista de Caminha foi proposta por Ana Catarina Mendes, nova líder da bancada do PS, para a direção de bancada ao lado de nomes como os de José Luís Carneiro (futuro Secretário Geral Adjunto do PS), do bracarense Hugo Pires (membro do Secretariado Nacional do PS), Hortense Martins, Pedro Delgado Alves ou Maria Begonha (líder da Juventude Socialista e eleita por Braga).

A percentagem de 46% de mulheres na bancada socialista merece sublinhado, sendo Ana Catarina Mendes a primeira mulher a assegurar a liderança da bancado do partido do Governo.

Marina Gonçalves é natural de Caminha onde é deputada municipal, foi a n.º 2 da lista do PS no distrito de Viana do Castelo, tem vários anos de experiência parlamentar como assessora, tendo sido, até à tomada de posse desta nova legislatura, Chefe de Gabinete de Pedro Nuno Santos, Ministro das Infraestruturas e da Habitação.

“Depois de Tiago Brandão Rodrigues, que abdicou do seu lugar na Assembleia da República para ser indigitado como Ministro da Educação, Marina Gonçalves é a segunda eleita do PS do Alto Minho a ser distinguida pelo seu trabalho e competência”, refere o PS, numa nota à imprensa.

Também tomaram posse como deputados a psicóloga de Valença, Anabela Rodrigues e o ex-autarca e atual parlamentar, José Manuel Carpinteira.

Anúncio

Viana do Castelo

Mulher encontrada em estado de decomposição em casa em Viana

Óbito

em

Foto: DR

O corpo de uma mulher, com cerca de 80 anos, foi encontrado ao início da tarde deste domingo numa habitação no centro histórico de Viana do Castelo, em estado de decomposição.

Ao que apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros, a vítima estaria “há vários dias” morta em casa sem que ninguém desse por ela.

Uma vizinha, que estranhou já não a ver desde o início da semana, alertou os serviços de emergência por considerar que algo de estranho se passava.

Uma ambulância de socorro dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo deslocou-se ao local para dar assistência à vítima, mas já nada havia a fazer, pois apresentava já vários sinais de decomposição cadavérica.

Para remover o cadáver, foi necessária a utilização, por parte dos bombeiros, de equipamento de respiração adequada a incêndios, face ao intenso odor a cadáver que se fazia sentir dentro de casa.

O MINHO sabe que alguns familiares acorreram ao local, acompanhados por agentes da PSP daquela cidade.

Vizinhos indicaram que a mulher vivia sozinha naquela habitação.

A falecida foi transportada para o gabinete médico-legal de Viana do Castelo.

Continuar a ler

Alto Minho

31 dos 56 utentes de lar em Caminha estão infetados

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

Há mais dois utentes infetados com covid-19 no Lar do Centro de Bem Estar Social de Seixas, em Caminha, subindo para o total de 31 casos confirmados da doença por entre os idosos. Há ainda 9 funcionários infetados, totalizando 40 casos dentro daquelas instalações.

Em declarações ao Jornal C, o presidente da direção, Manuel Vilares, explica que foram feitos 97 testes na passada quinta-feira, com nove a revelarem-se inconclusivos, pelo que houve necessidade de repetição. Este domingo chegaram os resultados e dois dos utentes acusaram positivo.  O lar tem atualmente 56 utentes e 45 funcionários.

Anteriormente, já 29 utentes e nove funcionários tinham sido diagnosticados com covid-19, após testagem.

Manuel Vilares explica que grande parte dos doentes estão assintomáticos, mas dois deles foram reencaminhados para o Hospital de Santa Luzia, em Viana, um deles por quadro de insuficiência respiratória.

“De um modo geral todos estão assintomáticos, ontem transferimos dois utentes para o Hospital de Viana do Castelo, um que está negativo mas que teve que ser internado por causa de uma patologia que nada tem a ver com covid, e um segundo, esse sim positivo, que apresentava um quadro de insuficiência respiratória que depois de avaliado achamos por bem enviá-lo para o hospital”, disse.

Durante o dia de amanhã o lar deve ser reforçado com uma equipa de intervenção composta por auxiliares e enfermeiros, a cargo da Segurança Social.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Nadadores salvaram 23 pessoas de afogamento nas praias de Viana durante o verão

Coordenada Decimal

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

O Centro de Mar, instalado a bordo do navio-museu Gil Eannes, acolheu hoje de manhã uma sessão de agradecimento aos 38 nadadores salvadores que asseguraram a vigilância de 13 praias do concelho ao longo de 96 dias de época balnear.

Na cerimónia, o presidente da Câmara de Viana do Castelo, o comandante da Capitania e o vereador do Ambiente agradeceram aos nadadores salvadores e à direção da Coordenada Decimal o trabalho realizado nas praias de Viana do Castelo, destacando-se as 960 horas de vigilância e os 16 mil quilómetros percorridos pelas duas viaturas de apoio.

Ao longo da época balnear, foram registadas 229 ocorrências, não tendo sido assinalada qualquer vítima mortal. Foram registadas 125 ocorrências em praticantes de atividades náuticas e foram realizadas manobras de primeiros socorros em 113 ocorrências entre os veraneantes.

Houve necessidade de se proceder a evacuação hospitalar em 52 casos, tendo sido ainda promovidas 14 assistências na via pública. Os nadadores salvadores promoveram 23 salvamentos aquáticos ao longo destes mais de três meses. Os resultados obtidos revelaram da parte dos nadadores salvadores um trabalho importante de prevenção, treinos, dedicação e sensibilização da comunidade.

Os nadadores salvadores foram responsáveis pela vigilância de 24 quilómetros de costa, assegurando a segurança de 13 praias vigiadas e de 40 recantos.

Mais uma vez, o Município de Viana do Castelo ostentou 8 bandeiras azuis nas praias de Afife, Arda, Paçô, Carreço, Norte, Cabedelo, Amorosa e Castelo do Neiva

A vigilância, assistência e socorro balnear esteve a cargo da Associação de Nadadores Salvadores Coordenada Decimal, operando em conjunto com a Autoridade Marítima.

Continuar a ler

Populares