Redes Sociais

Marido de Vila Verde agredia mulher por suspeitar de romance com o padre da freguesia

Tribunal de Braga onde decorre o processo

Braga

Marido de Vila Verde agredia mulher por suspeitar de romance com o padre da freguesia

Homem da freguesia de Turiz, concelho de Vila Verde, que é suspeito de bater na ex-mulher e nos três filhos, está acusado de quatro crimes de violência doméstica.

O arguido, que está a ser julgado no Tribunal de Braga, tem 53 anos e um comportamento considerado de “extrema agressividade”.

“Dar pontapés e chamar diversos impropérios à ex-mulher, bem como aos três descendentes, duas raparigas e um rapaz”, refere a acusação no processo, acrescentando ainda que o homem “atirava objetos pelo ar e chamava p…. e vaca à companheira”.

A situação levou mesmo os progenitores e ex-mulher ao limite, quando em 2016 o indivíduo terá esmurrado a família inteira, ficando “uma das vítimas a sangrar após pontapé na cabeça”.

Acusação afirma mesmo que o suspeito ameaçou a família de com facas de cozinha. A justificação para tais atos estavam relacionados com o facto do arguido suspeitar de relacionamento da mulher com o padre da freguesia.

“Dizia também que o filho não era dele. Estavam, ainda, impedidas por ele de irem a casa da avó ou de umas tias”, refere o processo.

Em janeiro passado a GNR, e após denuncia da mulher, a GNR foi a casa do arguido e apreendeu pistola de calibre 7.65 milímetros.

Em paralelo ao processo-crime, o arguido meteu um processo cível à empresa da ex-mulher, pois afirma que trabalhou vários anos sem receber, pedindo agora 145 mil euros mais juros.

Mais Braga