Seguir o O MINHO

Desporto

Mariana Machado chega às medalhas “com o coração” e deixa recado: “Não há só futebol”

Atleta pede maior acompanhamento das modalidades

em

Foto: Redes sociais

Mariana Machada, atleta do SC Braga, conquistou hoje a medalha de bronze nos europeus de corta-mato e assumiu que se deixou levar pela emoção nos metros finais da prova que decorreu em Lisboa.


“Tenho de admitir que fui para a frente levada pela emoção. Queria chegar em primeiro e sentir o público a chamar por mim. Deixei-me levar pela emoção e pelo ambiente. Quando as outras atletas atacaram, ressenti-me, as pernas estavam cansadas, e os últimos metros foram com o coração”, disse a atleta lusa, que chegou a liderar a prova no Parque da Bela Vista.

Ainda assim, a atleta de 19 anos, mostrou-se muito contente pelo resultado alcançado e garantiu que é consequência de muito trabalho.

“Não vou mentir, estava à espera de medalha. Estava em boa forma para a conseguir e foi a de bronze. Gostava de ter conseguido ouro ou prata, mas é mesmo assim. Estou satisfeita, porque consegui o meu grande objetivo, que era conseguir uma medalha. Foi uma medalha para a qual lutei muito e treinei bastante”, disse a jovem atleta.

Sobre o percurso bastante acidentado e pesado, depois de uma noite de chuva na capital lisboeta, Mariana Machado revelou que não é o seu tipo de terreno preferido, mas tirou vantagem da preparação específica que fez.

“Sou uma atleta mais rápida, mais de pista, e assumo que ter conhecimento do percurso foi uma vantagem, pois pude treinar para este tipo de percurso e fizemos muito trabalho técnico”, afirmou a bracarense.

Sobre o futuro, a filha de Albertina Machado, antiga atleta lusa, diz que levar uma medalha dos Europeus de corta-mato é um “incentivo” e pediu mais apoio aos clubes.

“Qualquer medalha é um incentivo, porque sabemos o quão difícil é conseguir este resultado e o quanto temos de trabalhar diariamente. Eu sei que os portugueses não sabem isso, mas a verdade é que trabalhamos mesmo muito, e para ganhar uma medalha destas temos de treinar muito, abdicar da vida pessoal, social e familiar. É preciso mais apoio dos clubes”, concluiu a também estudante de medicina, depois de assumir que tem sido “difícil” conciliar a vida académica com a carreira no atletismo.

A jovem deixou ainda o apelo para que os portugueses acompanhem mais as modalidades, afirmando mesmo que “não há só futebol” em Portugal.

Mariana Machado foi terceira classificada da prova de sub-20 dos Europeus de corta-mato, conquistando a medalha de bronze, com o tempo de 14.09,42 minutos.

Anúncio

Desporto

Faz hoje 8 anos que Fernando Pimenta e Emanuel Silva conquistaram medalha olímpica

Canoagem

em

Foto: DR

Neste dia, há oito anos, os canoístas Fernando Pimenta e Emanuel Silva conquistaram a medalha de prata nos Jogos Olímpicos, em Londres, na categoria K2 – 1.000 metros.

O canoísta de Ponte de Lima recordou o feito na sua página de Facebook com uma foto sua e de Emanuel Silva e a mensagem: “8 Anos. Quem se lembra?”.

A canoagem foi introduzida como modalidade olímpica nos Jogos de 1936, em Berlim, tendo Portugal participado pela primeira vez em 1988, em Seul.

Fernando Pimenta e Emanuel Silva foram os primeiros a conquistar uma medalha para Portugal na canoagem.

O canoista, de 30 anos, atualmente ao serviço do Benfica, foi recebido em Ponte de Lima com uma enorme festa.

Emanuel Silva, 34 anos, de Braga, é atualmente atleta do Sporting.

Continuar a ler

Futebol

Famalicão contrata Diego Batista ao Benfica

I Liga

em

Foto: FC Famalicão

O Famalicão, da I Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje a contratação de Diego Batista, ex-jogador do Benfica, com um contrato valido por três épocas.

O médio, de 20 anos, foi formado no Benfica, clube que representou durante oito épocas e pelo qual conquistou vários títulos nacionais nos escalões de formação.

Além do emblema ‘encarnado’, passou pelo Esposende, Sporting, Atlético Clube Alfenense e Estoril Praia. Representou ainda a seleção nacional de sub-15.

“Foi com muito agrado que recebi o convite do Famalicão. É um clube que tem o objetivo de apresentar um futebol positivo, através do qual consegue potenciar o valor dos jovens jogadores”, disse o reforço, em declarações ao sítio oficial do clube.

Continuar a ler

Futebol

Tim Hall reforça defesa do Gil Vicente

I Liga

em

Foto: Gil Vicente FC

O defesa internacional luxemburguês Tim Hall assinou por duas temporadas com o Gil Vicente, oriundo dos ucranianos do Karpaty, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

“Apesar dos vários convites que recebi, escolhi o Gil Vicente porque estou convencido de que é o melhor passo para a minha carreira. Optei pela I Liga porque é um campeonato de grande prestígio europeu. Espero que juntos consigamos grandes conquistas”, referiu o central, numa nota publicada pela formação de Barcelos nas redes sociais.

Tim Hall, de 23 anos, apontou um golo em 18 encontros pelo Karpaty na última época, após passagens pelos luxemburgueses do Progrès Niederkorn, os belgas do Lierse e os alemães do Elversberg, sendo o quinto reforço assegurado pelos minhotos para 2020/21.

Os barcelenses confirmaram na sexta-feira as contratações do defesa Talocha (ex-Riga FC) e do avançado Boubacar Hanne (ex-Wolverhampton), um dia depois de anunciarem a chegada dos médios Antoine Léautey, recrutado aos franceses do Chamois Niortais, e Kanya Fujimoto, emprestado pelos japoneses do Tokyo Verdy.

O Gil Vicente oficializou o treinador Rui Almeida como sucessor de Vítor Oliveira, que conduziu os ‘galos’ a uma campanha tranquila na I Liga em 2019/20, culminada na 10.ª posição, com 43 pontos, 10 acima da zona de despromoção, numa época marcada pelo regresso administrativo à elite, a partir do Campeonato de Portugal, após o ‘caso Mateus’.

Continuar a ler

Populares