Seguir o O MINHO

Desporto

Mariana Machado chega às medalhas “com o coração” e deixa recado: “Não há só futebol”

Atleta pede maior acompanhamento das modalidades

em

Foto: Redes sociais

Mariana Machada, atleta do SC Braga, conquistou hoje a medalha de bronze nos europeus de corta-mato e assumiu que se deixou levar pela emoção nos metros finais da prova que decorreu em Lisboa.

“Tenho de admitir que fui para a frente levada pela emoção. Queria chegar em primeiro e sentir o público a chamar por mim. Deixei-me levar pela emoção e pelo ambiente. Quando as outras atletas atacaram, ressenti-me, as pernas estavam cansadas, e os últimos metros foram com o coração”, disse a atleta lusa, que chegou a liderar a prova no Parque da Bela Vista.

Ainda assim, a atleta de 19 anos, mostrou-se muito contente pelo resultado alcançado e garantiu que é consequência de muito trabalho.

“Não vou mentir, estava à espera de medalha. Estava em boa forma para a conseguir e foi a de bronze. Gostava de ter conseguido ouro ou prata, mas é mesmo assim. Estou satisfeita, porque consegui o meu grande objetivo, que era conseguir uma medalha. Foi uma medalha para a qual lutei muito e treinei bastante”, disse a jovem atleta.

Sobre o percurso bastante acidentado e pesado, depois de uma noite de chuva na capital lisboeta, Mariana Machado revelou que não é o seu tipo de terreno preferido, mas tirou vantagem da preparação específica que fez.

“Sou uma atleta mais rápida, mais de pista, e assumo que ter conhecimento do percurso foi uma vantagem, pois pude treinar para este tipo de percurso e fizemos muito trabalho técnico”, afirmou a bracarense.

Sobre o futuro, a filha de Albertina Machado, antiga atleta lusa, diz que levar uma medalha dos Europeus de corta-mato é um “incentivo” e pediu mais apoio aos clubes.

“Qualquer medalha é um incentivo, porque sabemos o quão difícil é conseguir este resultado e o quanto temos de trabalhar diariamente. Eu sei que os portugueses não sabem isso, mas a verdade é que trabalhamos mesmo muito, e para ganhar uma medalha destas temos de treinar muito, abdicar da vida pessoal, social e familiar. É preciso mais apoio dos clubes”, concluiu a também estudante de medicina, depois de assumir que tem sido “difícil” conciliar a vida académica com a carreira no atletismo.

A jovem deixou ainda o apelo para que os portugueses acompanhem mais as modalidades, afirmando mesmo que “não há só futebol” em Portugal.

Mariana Machado foi terceira classificada da prova de sub-20 dos Europeus de corta-mato, conquistando a medalha de bronze, com o tempo de 14.09,42 minutos.

Anúncio

Futebol

Vitória vence Santa Clara ao cair do pano

I Liga

em

Imagem via VSports

Um golo de João Pedro em período descontos garantiu hoje o triunfo do Vitória SC na receção ao Santa Clara (1-0), em jogo da 17.ª jornada I Liga portuguesa de futebol.

O avançado João Pedro, que tinha entrado na partida no decorrer da segunda parte, marcou aos 90+1 o único golo da partida, que permitiu ao Vitória manter a distância de dois pontos para o Sporting de Braga, que venceu na sexta-feira na deslocação ao FC Porto.

Com o triunfo de hoje, os vimaranenses estão em sexto lugar no campeonato, com 25 pontos, enquanto o Santa Clara mantém os 17 pontos, no 14.º lugar.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Vitória SC – Santa Clara, 1-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

1-0, João Pedro, 90+1 minutos.

Equipas:

– Vitória SC: Douglas, Victor Garcia, Tapsoba, Pedro Henrique, Florent, Pepê, André André (João Pedro, 73), Lucas Evangelista, Marcus Edwards (Rafa Soares, 90+4), Rochinha (Davidson, 73) e Léo Bonatini.

(Suplentes: Miguel Silva, Frederico Venâncio, Rafa Soares, Dénis Poha, João Carlos Teixeira, Davidson e João Pedro).

Treinador: Ivo Vieira.

– Santa Clara: Marco, Patrick, João Afonso, Fábio Cardoso, Mamadu Candé, Osama Rashid, Anderson Carvalho, Costinha (Nené, 90), Lincoln (César, 76), Carlos Júnior e Guilherme Schettine (Thiago Santana, 71).

(Suplentes: André Ferreira, César, Zaidu, Nené, Ukra, Zé Manuel e Thiago Santana).

Treinador: João Henriques.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tapsoba (28), Fábio Cardoso (30), Marco (65), Anderson Carvalho (66), Mamadu Candé (81), Victor Garcia (83), Osama Rashid (84) e Miguel Silva (90+2, no banco). Cartão amarelo para o treinador do Vitória de Guimarães, Ivo Vieira (80).

Assistência: 12.815 espetadores.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

Governo “disponível” para reunir com Liga de futebol na próxima semana

Pirotecnia no desporto

em

Foto: Divulgação

O Governo, “através das áreas governativas da Administração Interna e do Desporto”, está “disponível” para reunir com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) na próxima semana, disse hoje à Lusa fonte ministerial.

Fonte do Ministério da Administração Interna (MAI) explicou à Lusa que há disponibilidade para receber a LPFP “na próxima semana”, na sequência dos vários atos de pirotecnia verificados no Sporting-Benfica de sexta-feira, que os ‘encarnados’ venceram POR 2-0, após vários objetos como potes de fumo e tochas terem sido lançados para o relvado.

A mesma fonte adiantou ainda que tanto a data precisa como as horas da reunião terão ainda de ser acertadas entre ambas as partes, conjugando agendas de MAI, do Desporto e da Liga.

Já depois da vitória por 2-0 do líder da I Liga portuguesa de futebol, na 17.ª jornada, o presidente da LPFP, Pedro Proença, pediu uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, além de ter “lamentado profundamente” o sucedido, em comunicado.

“Face aos últimos acontecimentos relacionados com os artefactos de pirotecnia que têm deflagrado nos estádios, com efetivo impacto no decorrer do jogo, e colocando, em muitas situações, em causa a integridade física e a segurança de adeptos de todas as idades, o futebol não vai ficar refém de um conjunto de pessoas que, sem rosto, mancham o nome dos clubes e dos seus fiéis e reais adeptos”, acrescentou a Liga.

Depois de mais este episódio, a Liga “exige que as revistas feitas aos adeptos na entrada para os estádios sejam mais rigorosas e eficazes, de forma a acabar, definitivamente, com a entrada de objetos perigosos e proibidos nos recintos desportivos”.

“Neste desiderato, o presidente da Liga, Pedro Proença, enviou, já no decorrer da presente semana, uma comunicação ao ministro da Administração Interna [Eduardo Cabrita], solicitando, com caráter de urgência, uma reunião para analisar a situação e encontrar medidas eficazes para combater este flagelo”, finaliza o comunicado da LPFP.

Continuar a ler

Futebol

Organização “confiante” em ‘final four’ da Taça da Liga sem incidentes em Braga

“Uma festa onde se possa estar em família”

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

O presidente da Liga de clubes garantiu hoje que a manifestação de polícias prevista para a ‘final four’ da Taça da Liga de futebol, a realizar-se em Braga na próxima semana, não põe em causa a segurança.

“Não, de todo. [essa manifestação de polícias] Só é bem demonstrativa de que a ‘final four’ já é, hoje, uma referência que até é utilizada para esses eventos e esses reconhecimentos”, respondeu Pedro Proença, quando questionado se o esquema de segurança poderia estar em causa.

O líder da Liga frisou que “esta competição está a ser preparada há mais de 300 dias pela Liga Portugal e, também, pelos responsáveis da Polícia de Segurança Pública”.

“Por isso, estamos muito confiantes que seja uma ‘final four’ sem qualquer tipo de incidentes”, reforçou, à margem da inauguração da ‘fan zone’, no centro da cidade minhota.

Pedro Proença não quis comentar o pedido de uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, na sequência dos incidentes no encontro entre Sporting e Benfica, sexta-feira, da 17.ª jornada da I Liga, que os ‘encarnados’ venceram por 2-0, preferindo destacar que a ‘final four’ da Taça da Liga “é uma competição de festa e de inclusão, de apelo às famílias”.

“É disto que queremos fazer o futebol, uma festa onde as pessoas possam estar e festejar”, disse.

O líder da Liga de clubes deixou ainda uma palavra de agradecimento a Braga, que acolhe pelo terceiro ano consecutivo, e último, a fase final da competição.

Continuar a ler

Populares