Seguir o O MINHO

País

Marcelo proclamado oficialmente chefe de Estado com 60,67%

Política

em

Foto: DR / Arquivo

O Tribunal Constitucional (TC) proclamou oficialmente Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da República, com “mais de metade dos votos validamente expressos” nas eleições de 24 de janeiro.

O professor catedrático de Direito e constitucionalista de 72 anos, apoiado oficialmente por PSD e CDS-PP, obteve um total de 2.531.692 votos (60,67%) no universo de 4.258.356 votantes.

Segundo o documento hoje divulgado e assinado pelo juiz-presidente do TC, Manuel da Costa Andrade, o apuramento final dos votos começou pelas 9:00 de segunda-feira e terminou pelas 19:15 de quarta-feira no Palácio Ratton.

Com 10.847.434 cidadãos eleitores inscritos, a abstenção saldou-se em 60,74%, o valor mais alto de sempre em Presidenciais.

A diplomata e ex-eurodeputada do PS Ana Gomes (PAN e Livre) ficou na segunda posição, com 540.823 votos (12,96%), seguida do presidente e deputado único do Chega, André Ventura, com 497.746 (11,93%).

O dirigente do PCP João Ferreira, eurodeputado e vereador lisboeta, alcançou 179.764 votos (4,31%), enquanto a sua homóloga do BE, Marisa Matias, conseguiu 165.127 (3,96%).

O advogado e fundador da Iniciativa Liberal Tiago Mayan quedou-se pela sexta posição, com 134,991 (3,23%) e o calceteiro e ex-autarca socialista Vitorino Silva, presidente do Reagir, Incluir e Reciclar, foi o último classificado, com 123.031 (2,95%).

Registaram-se ainda 47.164 votos em branco e outros 38.018 nulos. Estes dois tipos de boletins juntos correspondem a mais de 85 mil, ou seja, 2%.

– Quadro completo dos resultados, de acordo com o apuramento efetuado pelo TC:

Candidato %Votos Votos

Rebelo de Sousa 60,67% 2.531.692

Ana Gomes 12,96% 540.823

André Ventura 11,93% 497.746

João Ferreira 4,31% 179.764

Marisa Matias 3,96% 165.127

Tiago Mayan 3,23% 134.991

Vitorino Silva 2,95% 123.031

– Outros dados

Inscritos: 10.847.434

Votantes: 4.258.356

Votos validamente expressos: 4.173.174

% Votos brancos: 1,11%

% Votos nulos: 0,89%

% Votantes: 39,26%

% Abstenção: 60,74%

Populares